Resenha: Crisálida – Andressa Tabaczinski

CRISALIDA_1545276523837683SK1545276524B

Ficha Técnica: 

Título:  Crisálida

Autor (a): Andressa Tabaczinski

Editora: Transversal

Gênero: Romance Policial

Edição: 1º

Páginas: 338

Ano: 2018

Sinopse:

Após uma tempestade, o corpo da jovem Amélia Moura, filha de um importante deputado do Paraná, é encontrado em meio às araucárias, em uma região afastada do centro de Curitiba. Em seu pescoço, marcas de esganadura revelam que alguém teve a intenção de colocar fim à sua vida. A investigação, precocemente arquivada por falta de evidências de um crime, é então reaberta, colocando como suspeitos os pais da jovem, seu ex-noivo, o empresário Rafael Salvatori, e a amiga com quem ela dividia o apartamento.
Alternando um narrador em terceira pessoa, que acompanha as investigações protagonizadas pela delegada Ana Cervinski e pelo policial Júlio Bragatti, com uma escrita em primeira pessoa, narrada pela própria jovem antes de morrer, vamos ficando cada vez mais próximos da verdade.
Quem terá colocado fim à vida de Amélia? Em que uma jovem professora de literatura, reservada e solitária poderia ameaçar os interesses de alguém? Através de um mergulho na geografia e nas tradições de Curitiba, cidade que hoje encontra-se em evidência devido aos últimos acontecimentos políticos do país, Andressa Tabaczinski constrói um thriller sensível e eletrizante. Uma reflexão sobre nossas contradições mais profundas, com um mistério que se sustenta até o final.

Resenha:

Mas do que um thriller  policial com temática LGBT, esse é um livro que fala de amor próprio, de se descobrir e principalmente de respeitar os seus limites, desejos.

Inicialmente essa foi uma leitura difícil, pelo fato da personagem principal está em um relacionamento altamente abusivo e por muito tempo não conseguir enxergar isso, sempre achando justificativas que acabavam tirando a responsabilidade de quem a tinha de fato.

Mas achei incrível como a autora conseguiu fazer com que o leitor torcesse por um final diferente para a personagem, mesmo já tendo conhecimento nas primeiras páginas do que tinha acontecido com ela.

crisálida.jpg

Outro ponto positivo é que a garota amava os livros de uma forma geral, se tornou professora, contra todos os anseios que os pais tinham para ela, e sempre viu na leitura uma forma de escape para a vida que tinha.

Nesse livro temos personagens bem construídos, que vão te fazer ama-los ou odiá-los, sem meio termo.  Mas a personalidade de cada um foi moldada pelas circunstâncias em que foram criados, então fiquem atentos aos detalhes que são dados na história.

Fiquei encantada com a escrita da autora, é saber que esse é um livro nacional me deixou muito orgulhosa. Espero ter a oportunidade de ler mais coisas escritas por ela.

Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s