Resenha: Americanah- Chimamanda Ngozi Adichie

AMERICANAH_1508410007403236SK1508410008B.jpg

Ficha Técnica: 

Título:  Americanah

Autor (a): Chimamanda Ngozi Adichie

Gênero: Literatura Estrangeira / Romance

Editora: Companhia das Letras

Edição: 1º

Páginas:  520

Ano: 2014

Sinopse:

Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra.
Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência.
Principal autora nigeriana de sua geração e uma das mais destacadas da cena literária internacional, Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero. Bem-humorado, sagaz e implacável, Americanah é, além de seu romance mais arrebatador, um épico contemporâneo.

Resenha:

Chimamanda Ngozi Adichie, é uma das autoras nigerianas mais aclamadas da atualidade. Com seu discurso feminista, ela vem atraindo um grande número de novos leitores, que passam a ver o papel da mulher na sociedade de uma forma mais ampla, alem de serem contemplados com uma literatura africana de excelente qualidade.

Em Americanah, a autora nos apresenta a Ifemelu e Obinze, um jovem casal que se apaixonam em meio a um governo militar autoritário, que limita as oportunidades de ingresso dos jovens a universidade.

frases-de-chimamanda-americanah

Obinze ( Teto) nutri o desejo de estudar nos Estados Unidos, inclusive faz muitos planos para quando isso vier a acontecer. Por outro lado Ifemelu mostra um desinteresse em relação ao seu futuro, sendo levada pelos acontecimentos. Tive a impressão durante toda a leitura, que as coisas pra ela sempre eram mais fáceis, e geralmente tinha alguém que facilitava a realização de seu progresso profissional e financeiro.

No tocante a questão da discussão das desigualdades de gênero e do preconceito racial o livro é excelente, e provavelmente vai abrir a sua mente para muitos detalhes cotidianos que passam despercebidos, apesar de serem extremamente tóxicos as relações sociais.

download (1)

Outro ponto positivo é a abordagem sobre as dificuldades oriundas da imigração, uma vez que muitos jovens não tem uma real noção da realidade que os esperam ao ingressar em outro país. Dificuldade essas que começam com a aprovação do visto, acesso a saúde e educação, serem aceitos em empregos minimamente bem remunerados, além da perda da identidade regional, numa tentativa de se adequarem ao que é esperado deles.

Mas nem tudo nessa leitura são flores, um exemplo é que tive dificuldade de aceitar a irresponsabilidade emocional da personagem principal, que não tem o menor cuidado em não ferir os sentimentos das pessoas com quem resolve se relacionar. Além de não ter pudores em se apropriar da história de terceiros ( sem consentimento), divulgando as mesmas em seu blog, sem que sofra nenhuma punição legal por sua irresponsabilidade.

No geral o livro é bom, e vale a pena a leitura.

Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s