Resenha: O Rei de Amarelo- Robert William Chambers

O_REI_DE_AMARELO_1396466796B

Ficha Técnica: 

Título:  O Rei de Amarelo

Autor (a): Robert William Chambers

Editora:  Intrínseca

Gênero: Literatura Estrangeira / Terror

Edição: 1º

Páginas: 256

Ano: 2014

Sinopse:

O Rei de Amarelo’ é uma coletânea de contos de terror fantástico publicada originalmente em 1895 e considerada um marco do gênero. Influenciou diversas gerações de escritores, de H. P. Lovecraft a Neil Gaiman, Stephen King e, mais recentemente, o escritor, produtor e roteirista Nic Pizzolatto, criador da série investigativa True Detective cujo mistério central faz referência ao obscuro Rei de Amarelo. O título da coletânea faz alusão a um livro dentro do livro – mais precisamente, a uma peça teatral fictícia – e a seu personagem central, uma figura sobrenatural cuja existência extrapola as páginas. A peça ‘O Rei de Amarelo’ é mencionada em quatro dos contos, mas pouco se conhece de seu conteúdo. É certo apenas que o texto, em dois atos, leva o leitor à loucura, condenando sua alma à perdição. Um risco a que alguns aceitam se submeter, dado o caráter único da obra, um misto irresistível de beleza e decadência. Esta edição reúne, além dos contos do Rei, seis outros que alternam entre o sobrenatural e a realidade, em épocas e geografias diferentes. A introdução e as notas do jornalista e escritor Carlos Orsi, ajudarão novos leitores a mergulhar na bem construída mitologia do autor.

Resenha: 

Robert William Chambers, começou sua carreira como ilustrados, mas abandonou tudo para torna-se escritor.

Ele tinha como linha de trabalho o sobrenatural, sendo esse livro desta época, mas o autor acabou se entregando para uma linha mais comercial, fazendo dos romances o seu cargo forte.

O-Rei-Amarelo-2

Essa obra em especial ganhou grande destaque por ser aclamada por autores de sucesso como  Lovecraft, Stephen King e Neil Gaiman. Mas devo confessar que apesar de histórias muito boas, o livro é mais um suspense do que verdadeiramente terror.

Aqui você pode encontrar uma coletânea de contos, dividida em duas partes, com 4 contos cada. A primeira parte tem como base uma peça teatral que nunca chegou a ser atuada nos palcos, mas que foi vendida ao publico em alguns exemplares que foram supostamente banidos, mas que quando o leitor entrava em contato com sua escrita, acabava por vislumbrar um mundo que o aterrorizava ao ponto de leva-lo a loucura.

O-Rei-de-Amarelo-4

A segunda parte é mais leve e se baseia em romances boêmios, que tem como inspiração a vida do autor em sua época de estudante em Paris.

Um dos pontos que mais enriquecem a leitura, são os comentários do jornalista e também escritor Carlos Orsi, que teve o cuidado de explicar para o leitor cada ponto de ligação entre os diversos contos e fatos históricos.

yellow-king-frente

Outro ponto importante é a explicação para que o traje do rei seja amarelo, revelando o movimento decadentista da literatura francesa, que também estava associada ao conceito de loucura. Outra obra que traz essa cor associada é o papel de parede amarelo. Não é a toa que essa foi a cor adotada para representar o mês de conscientização dos problemas psicológicos ( setembro amarelo).

Bjos!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s