Resenha: Um Artista do Mundo Flutuante – Kazuo Ishiguro

UM_ARTISTA_DO_MUNDO_FLUTUANTE_15284119354917SK1528411937B

Ficha Técnica: 

Título:  Um Artista do Mundo Flutuante

Autor (a): Kazuo Ishiguro

Editora:  Companhia das Letras

Gênero: Literatura Estrangeira/ Ficção

Edição: 1º

Páginas: 232

Ano: 2018

Sinopse:

Um romance sensível e comovente do vencedor do prêmio Nobel, ambientado no Japão após a Segunda Guerra Mundial. Masuji Ono, protagonista e narrador deste primoroso romance do vencedor do prêmio Nobel de literatura, é um homem de seu tempo. Pintor de grande renome do Japão antes e durante a Segunda Guerra Mundial, ainda jovem Masuji desafiou o pai para seguir a vocação artística e, durante seu desenvolvimento criativo, lutou contra as amarras da arte tradicional japonesa para dar lugar a uma produção propagandística a serviço de seu país. Usando a influência de que gozava perante as autoridades do governo imperial, Ono buscava ajudar pessoas de bem em situações menos favorecidas do que a sua.
Ambientado nos anos imediatamente após a rendição, o romance descortina a vida de Masuji já aposentado, procurando entender as mudanças vividas pelo país e impressas na mentalidade da geração mais jovem, da qual fazem parte suas duas filhas. Ao procurar entender por que as negociações para o casamento da mais nova delas foram abruptamente interrompidas, o protagonista se vê levado a rememorar sua vida de artista e professor respeitado e a enfrentar a consequência dos próprios atos no destino de seus descendentes.Retrato comovente de um momento histórico cujos desdobramentos se veem até os dias de hoje, Um artista do mundo flutuante é também um poderoso romance sobre a velhice, a culpa e a passagem do tempo.

Resenha:

Que livro meus amigos.

Masuji Ono, é um artista aposentado, que viveu seu tempo de glória no período da Segunda Guerra Mundial.

O livro é ambientado no Japão, e nos brinda como toda a tradição e costumes daquele país.

1274604

Foi agradável acompanhar o transcurso das memórias do personagem principal, ele é um homem sensível e ao mesmo tempo forte, tem uma personalidade marcante e é fiel aos seus princípios.

Mas, as vezes por amor a quem nos é mais próximo, temos que rever nossas atitudes e até por vezes negar o passado que nos moldou, assumindo assim as consequências dos atos que sempre vimos como corretos, mas que as gerações mais novas vêem coo um problema, já que o translado do tempo alterou a consciência de um povo, se uma nação.

UTAMARO_A-cortesa_-Hanazuma-lendo-uma-carta_editada-531x444

Enquanto alguns personagens negaram suas crenças em troca de uma posição social, ou de um emprego melhor, o personagem o fez por amor. Mesmo que ele prove as filhas diversas vezes que as pessoas que o criticam, são na verdade um bando de hipócritas e manipuladores.

Alguns leitores viram Ono como um personagem machista, mas temos que levar  em conta a sociedade em que ele vive, sua cultura. Ao meu ver o personagem tinha um forte traço patriarcal sim, uma vez que criou as filhas sem a presença da mãe já falecida, mas a sua personalidade é amorosa e moldável conforme as necessidades de sua família.

Eu adorei esse livro. Para muitos ele pode ser monótono, sem grandes reviravoltas, mas é justamente essa narração suave, que dá o tom certo para esse personagem maravilhoso.

Bjos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s