Resenha: Psicose- Robert Bloch

 

Ficha PSICOSE_1373943676BTécnica: 

Título:  Psicose

Autor (a):  Robert Bloch

Editora:  Darkside

Gênero: Literatura Estrangeira/ Terror

Edição: 1º

Páginas: 256

Ano: 2013

Sinopse:

Psicose, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas.
O livro teve dois lançamentos no Brasil, em 1959 e 1964. São, portanto, quase 50 anos sem uma edição no país, sem que a maioria das novas gerações pudesse ler a obra original que Hitchcock adaptou para o cinema em 1960. A DarkSide orgulhosamente tem o prazer de reparar este lapso, em julho de 2013, com o lançamento de Psicose em versões brochura (classic edition) e capa dura, limited edition que incluirá um caderno especial com imagens do clássico de Hitchcock.
Uma história curiosa envolvendo o livro é que Alfred Hitchcock adquiriu anonimamente os direitos de Psycho e depois comprou todas as cópias do livro disponíveis no mercado para que ninguém o lesse e, consequentemente, ele conseguisse manter a surpresa do final da obra.
Em Psicose, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990. O livro, junto com o filme de Hitchcock, tornou-se um ícone do horror, inspirando um número sem fim de imitações inferiores, assim como a criação de Bloch, o esquizofrênico violento e travestido Bates, tornou-se um arquétipo do horror incorporado a cultura pop.

Resenha:

A história é relativamente simples, mas a trama é construída com tal maestria que dificilmente você vai conseguir largar o livro antes de concluir a leitura.

Esse livro foi publicado em 1959, é desde aquela época conseguiu atingir um sucesso gigantesco, sendo posteriormente adaptado para outros tipos de mídias.

psycho_imagens-800x304

A adaptação mais famosa é a do filme de mesmo nome de Alfred Hitchcock , em que temos a famosa cena do banheiro, que permeou o imaginário de milhões de pessoas ao longo das décadas.

Esse  livro foi baseado na história real do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O autor Robert Bloch, utilizou-se de elementos como a esquizofrenia violenta, a confusão de amor e ódio por uma mãe dominadora, e o desejo do serial killer em questão gostar de se travestir de mulher.

IMG_6075

O livro é narrado em terceira pessoa, é te prende pelo fato de que o autor teve a sensibilidade de abordar o assunto da psicose de uma forma clara e simples, ao mesmo tempo em que explora cada detalhe perturbador de uma personalidade violenta.

Mesmo que você já tenha assistido ao filme, ou visto a série de tv, recomendo que leia o livro, pois a experiência será maravilhosa e o final surpreendente.

Bjos

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s