Resenha: A Verdadeira História da Ficção Científica- Adam Roberts

A_VERDADEIRA_HISTORIA_DA_FICCA_1521557291765618SK1521557292B

Ficha Técnica: 

Título: A Verdadeira História da Ficção Científica

Autor: Adam Roberts

Editora:  Seoman

Gênero: Ficção Científica

Edição: 1º

Páginas: 704

Ano: 2018

Sinopse:

Numa linguagem acessível e abrangendo uma grande variedade de obras, o crítico e escritor Adam Roberts traça o desenvolvimento da ficção científica desde suas origens até sua atual disseminação na cultura popular, com seus desdobramentos no cinema, música e TV. Apresentando argumentos de que a ficção científica tem suas raízes nas viagens fantásticas da literatura grega, Roberts passa pelas suas inúmeras fases e subgêneros, da Era de Ouro a New Space Opera, para mostrar que essa é uma das grandes culturas literárias do nosso tempo. Além de uma excelente fonte de pesquisa histórica, esta é certamente uma das mais significativas obras da atualidade no campo da ficção científica e a mais completa do gênero em língua portuguesa.

Resenha:

Adam Roberts nos agraciou com essa obra maravilhosa, que traça um panorama amplo a respeito da ficção cientifica, como surgiu, conceitos, teorias, principais obras, divergências cientificas …

Pode-se dizer que essa é uma das obra mais completas que existem no mercado atualmente. Com mais de 700 páginas, o autor nos envolve nesse mundo fascinante em que se mistura ilusão e ciências, além de vários elementos fantásticos.

Devo confessar que tive um certo receio de que a leitura fosse ser aborrecida ou que os termos técnicos fossem de difícil acesso, mas isso não ocorreu. O autor nos faz imergir nesse universo maravilhoso, utilizando da analise de diversos livro e filmes conhecidos do grande publico, o que torna tudo bem mais fácil e interessante para uma pessoa leiga, como é o meu caso.

Por exemplo, eu nunca tinha me atentado no papel da reforma protestante, como formadora do mito religioso e da secularidade de temas religiosos na ficção cientifica. E você, já tinha percebido isso? ou como o conceito de ficção cientifica ainda é tema de debate no meio.

Posso ainda destacar a visão de que o Bom na ficção cientifica significa tudo o que é suscetível de humanização, enquanto o Mau significa resistência ao processo em curso no contexto histórico em que está inserido.

O autor ainda cita diversos autores que contribuiram de alguma forma pra a formação desse gênero, como é o caso de : Mary Shelley, Edgar Allan Poe, Júlio Verne,Isaac Asimov, Arthur C. Clarke, Robert A. Reinlein, Percival Lowell, H. G. Wells e Edgar Rice Burroughs, (incluindo as obra de maior destaque de cada um), o que serviu para ampliar ainda mais a minha lista de leituras.

Leitura super recomendada.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s