Resenha: O Conde Enfeitiçado – Julia Quinn

O_CORACAO_DE_UMA_BRIDGERTON_1438621628347046SK1438621629B

Ficha Técnica: 

Título: O Conde Enfeitiçado

Autoras: Julia Quinn

Editora: Arqueiro

Gênero: Literatura Estrangeira /Romance

Edição: 1º

Páginas: 304

Ano: 2015

Sinopse:

Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.
Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.
No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.

Resenha:

O Conde Enfeitiçado é o sexto livro da série Os Bridgertons, da Julia Quinn.

O livro nos apresenta o personagem Michael Stirling, que nutre um amor proibido por Francesca Bridgerton. Ele é um notório libertino, que tem a fama de não se apaixonar por suas presas, mas algo acontece quando ele ver Francesca pela primeira vez. Detalhe esse encontro se dá no ensaio de casamento da moça.

Alguns anos se passa, Francesca é a atual condesa de Kilmartin, casada com o melhor amigo e também primo de John. Mas algo inesperado acontece que muda essa situação completamente, possibilitando que John venha a ter uma chance de conquistar a sua amada.

Embora a atração do casal seja clara, a mocinha teima em ver John apenas como seu amigo e confidente leal. Talvez isso ocorra em decorrência do sentimento de  culpa que ambos sentem pela forma como os acontecimentos foram se desenrolando.

Francesca decide que está na hora de refazer a sua vida e realizar um sonho antigo. Nesse ponto o livro já prendeu completamente a atenção do leitor, afinal cria-se uma expectativa em relação ao desenrolar da trama, que pode ser ou não favorável a John.

O livro no entanto tem um problema de tempo, as vezes é muito arrastado ( protagonistas remoendo constantemente a culpa que sentem) e por vezes é muito corrido ( na explicação do que aconteceu com o conde de Kilmartin). Apesar desses contratempos a leitura é agradável.

Bjos!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s