Resenha: O Vampiro Lestat- Anne Rice

O_VAMPIRO_LESTAT_1394247224B

Ficha Técnica: 

Título: O Vampiro Lestat

Autoras: Anne Rice

Editora: Rocco

Gênero: Literatura Estrangeira / Romance

Edição: 1º

Páginas: 468

Ano: 2009

Sinopse:

Narrado em forma de autobiografia, este segundo volume das Crônicas Vampirescas acompanha Lestat através dos séculos enquanto ele busca sua origem e um significado para sua existência. Ao invés da figura sombria descrita pelo vampiro Louis em “Entrevista com o vampiro”, encontramos um Lestat de Lioncourt simpático, sedutor, romântico e até moralista. Passamos do mundo aristocrático da infância de Lestat, seu desbunde como ator no mundo cênico de Paris até sua transformação em vampiro. A partir desse ponto ele vai procurar entender quem é e de onde vem. Como um detetive, sai em busca de pistas que o levarão aos vampiros ancestrais, o elo perdido dos bebedores de sangue. Nessa busca, porém, ele também encontrará muitos inimigos. O predador é transformado em presa.

Resenha:

Finalmente temos a versão de Lestat sobre os fatos apresentados no livro ” Entrevista com o vampiro”. Aqui esse vampiro fascinante revela fatos de seus passado, antes e depois de sua transformação, amarrando assim todas as pontas que ficaram soltas no volume anterior.

Lestat se  mostra ainda mais complexo, tem uma personalidade forte, um desejo intenso de ser compreendido e amado por seus iguais, um respeito pela vida humana, além de ser o portador de um grande segredo que pode alterar o curso da história dos vampiros.

A história é ambientada no século XVIII, englobando os últimos anos mortais de Lestat, a transformação de seus primeiros filhos ( Gabriele sua mãe mortal  e Nicolas, seu amigo músico).

Aqui também tem o primeiro encontro de Lestat e  Armand, que tentou destruí-lo inúmeras vezes no passado, por não saber compreender o seu jeito despojado, que não respeita os velhos ritos e tão pouco sente a necessidade de viver a margem da sociedade humana e seus prazeres.

Como as adaptações para o cinema pularam esse volume, eu não sabia que Lestat é o dono do teatro dos vampiros em Paris, nem que Armand devia a ele tantos favores, que fez questão de não pagar.

O amor o vampiro pela música remonta dos primeiros anos ao lado de Nicolas, mas se intensificou com o passar das eras, não é de se surpreender que o nosso querido vampiro se torne uma estrela do rock, capaz de levantar os mortos com sua música. Mas isso é o tema do próximo volume.

Bjos!

Anúncios

Um comentário em “Resenha: O Vampiro Lestat- Anne Rice

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s