Resenha: MEU AMIGO DAHMER- Derf Backderf

MEU_AMIGO_DAHMER_1495577994680740SK1495577995B

Título: Meu Amigo Dahmer

Autor: Derf Backderf

Editora: Darkside

Gênero: Literatura Estrangeira / HQ/ Memórias

Edição: 1º

Páginas: 288

Ano: 2017

Sinopse:

MEU AMIGO DAHMER traz o perfil do psicopata Jeff Dahmer quando este ainda era um aluno do ensino médio. O autor do livro foi seu colega de turma nos anos 1970, e conviveu com o futuro “canibal de Milwaukee” com uma intimidade que Dahmer talvez só viesse a compartilhar novamente com suas vítimas. Juntos, Derf e Dahmer estudaram para provas, mataram aula, jogaram basquete. Os dois tomaram rumos diferentes, e Derf só voltaria a saber do amigo pelo noticiário, anos depois. Em 1991, os crimes de Jeffrey Dahmer vieram à tona: necrofilia, canibalismo e uma lista de pelo menos 17 mortos, entre homens adultos e garotos. O primeiro assassinato teria acontecido meses após a formatura no colégio.
Além de remexer nos seus velhos cadernos e álbuns de fotografia, Derf consultou seus amigos de adolescência, antigos professores, os arquivos do FBI e a cobertura da mídia após a descoberta de seus crimes antes de roteirizar MEU AMIGO DAHMER.

Resenha:

Essa é uma HQ premiada no Festival de Angoulême, um importante prêmio da categoria.

Diferente do que o titulo possa sugerir, o autor Derf Backderf, não era nem de longe amigo do futuro serial killer Jeff Dahmer. Ele era sim uma das pessoas que consciente ou inconscientemente praticavam bullying com Dahmer.

Derf é seu grupo de amigos, deixavam que Jeff as vezes fosse visto com eles, mas o excluíam de todas as atividades fora do ambiente escolar. Eles o acham um ser exótico, mórbido e que poderia ser utilizado para entretenimento, uma vez que fingia ter convulsões, para assim chamar a atenção dos outros.

dahmer2.jpg

Eu estava esperando ver um relato do autor sobre sua experiência com Dahmer, mas na realidade essa obra é um compilado sobre as entrevistas que o FBI e os psicólogos fizeram posteriormente com Jeff, seus pais, vizinhos e colegas de escola.

Derf demonstra que sempre teve uma certa ressalva com o colega de classe, por esse motivo tentou se manter o mais afastado possível, não tendo assim uma versão inédita dos fatos tão explorados em outras mídias.

meu-amigo-dahmer-darkside-graphic-novel-foto1.jpg

Mais do que a vida de Jeff Dahmer, o que essa HQ me transmitiu, foi a capacidade que algumas pessoas que vivenciaram uma tragédia, tem de tentarem lucrar em cima da dor alheia, ou de buscar um pouco de fama, mesmo que de forma mórbida.

Quanto a Dahmer, ele tinha todos os sinais procurados pelo FBI em possíveis psicopatas. Sua família era desestruturada, sua mãe tinha problemas mentais graves, seus pais brigavam de forma constante, prestando pouca atenção as limitações e problemas dos filhos, ele tinha problema com o uso excessivo de drogas, na escola ele foi mais uma vez negligenciado, talvez com o apoio certo, ele poderia não ter seguido o caminho que seguiu. Nunca saberemos.

O  canibal de Milwaukee, é mais complexo do que imaginei inicialmente, ele tinha uma capacidade de persuasão enorme, ao ponto de conseguir uma entrevista com o vice presidente de seu país, isso quando era apenas um adolescente em uma viagem de excursão.

Imagine agora todo o potencial que foi desperdiçado com esse jovem.

Bjos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s