Resenha: O Perfuraneve-

O_PERFURANEVE_1471989719434486SK1471989719B

Ficha Técnica: 

Título: O Perfuraneve

Autor: Lob

Rochette

Legrand

Editora: Aleph

Gênero: HQ

Edição: 1º

Páginas: 280

Ano: 2015

Sinopse:

Considerada uma das melhores HQ’s de ficção científica, a trama de O Perfuraneve se passa na terrível e eterna Era do Gelo, onde a sobrevivência humana parece impossível. Porém, cruzando as infinitas terras devastadas, o último bastião da humanidade segue, imparável, sobre os trilhos: o Perfuraneve. Esse trem fantástico, de tecnologia revolucionária, é capaz de cruzar a Terra eternamente em moto-contínuo, abrigando os últimos representantes da espécie humana. O que seria a salvação do homem, no entanto, torna-se com o tempo uma cruel reprodução dos bons e velhos mecanismos que levaram o planeta à destruição, incluindo a rígida estratificação social, a opressão política como forma de dominação, o embuste religioso e a consequente alienação.

Resenha:

De fato essa é uma das melhores HQ’s de ficção científica.

Assisti o filme é esse foi  fiel a primeira parte da HQ, mas temos que levar em conta que a mesma é dividida em 3 partes, todas intercaladas, mas ao mesmo tempo independentes entre si.

O Perfuraneve, se passa em um futuro não muito distante, em que a humanidade acabou dizimando o ecossistema do planeta, iniciando assim uma nova era do gelo. Os sobreviventes não sabem ao certo o que aconteceu, mas desconfiam que foi o inicio da guerra e uso de novas armas que causou o acidente de efeitos globais.

De alguma forma existia um trem de luxo que era voltado para o turismo, que estava preparado para o evento, cheio de suprimentos e pronto para sair. Esse trem foi ocupado por vários ricos, mas algumas pessoas desprovidas de recursos conseguiram embarcar, essas foram mantidas nos últimos vagões, sem nenhum direito e em condições miseráveis, principalmente após a primeira revolta.

O trem se mantinha em constante movimento, de forma automática, isso gerava o calor necessário para o não congelamento dos seres humanos sobreviventes. Porém com o tempo os trilhos foram se desgastando e outros problemas surgiram, os dirigentes resolveram esconder as informações da grande massa, criando distrações para desviar a atenção.

O confinamento forçado faz com que algumas de nossas piores características se acentue, entre elas a agressividade, falta de empatia pelo próximo, fanatismo religioso, necessidade de imprimir controle sobre o mais fraco.

Os aurores Jacques Lob, Benjamin Legrand e Jean-Marc Rochette, conseguiram criar um matérial incrivel e muito realista, o traço dessa HQ é lindo, e passa uma sensação visceral.

Eu amei a leitura.

Bjos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s