Resenha: Mau Começo- Lemony Snicket

DESVENTURAS_EM_SERIE_MAU_COMECO_1358432884B

Ficha Técnica: 

Título: Mau Começo

Subtitulo: Desventuras em Série 1

Autor: Lemony Snicket

Editora: Companhia das Letras

Gênero: Infantil

ISBN:  8535900942

Edição: 1º

Páginas: 152

Ano: 2001

Sinopse:

Mau Começo é o primeiro volume de uma série em que Lemony Snicket conta as desventuras dos irmãos Baudelaire. Klaus, Sunny e Violet, são encantadores e inteligentes, mas ocupam o primeiro lugar na classificação das pessoas mais infelizes do mundo. De fato, a infelicidade segue os seus passos desde a primeira página, quando eles estão na praia e recebem uma trágica notícia. Esses ímãs que atraem desgraças terão de enfrentar, por exemplo, um gosmento vilão dominado pela cobiça, um incêndio calamitoso, roupas que pinicam o corpo e mingau frio no café da manhã. É por isso que, logo na quarta capa, Snicket avisa ao leitor: “Não há nada que o impeça de fechar o livro imediatamente e sair para uma outra leitura sobre coisas felizes, se é isso que você prefere”.
Em 2005, Jim Carrey estrelou uma versão cinematográfica dos três primeiros livros da série, no papel de conde Olaf.

Resenha:

Primeiro livro da Série “Desventuras em Série”.

Aqui os irmãos Baudelaire ( Violet, Klaus e Sunny), recebem a triste notícia da morte dos seus pais em um terrível acidente de carro. Os três irmãos, tem então que deixar tudo o que conhecem.

Eles passam a morar com um parente distante, que detêm a sua guarda, até que a irmã mais velha chegue a maior idade, e dessa forma passe a ter acesso a fortuna que lhes foi deixada.

Os garotos são obrigados a realizarem algumas tarefas que não condizem com a sua idade, e são o tempo todo humilhados e negligenciados.

O conde Olaf, e um vilão medonho, que não tem um pingo de compaixão. Ele usa de seus conhecimentos como ator, para tentar tirar vantagem da fortuna dos órfãos.

Se não fosse pela persistência de Klaus, e de seu amor pela leitura, algo muito ruim iria acontecer. Mas o amor que os irmãos tem um pelos outros, ao mesmo tempo que o colocaram em perigo, também os protegeram.

Eu me encantei por essa história, muito mais pelo final em aberto, que demonstra que os irmãos Baudelaire, ainda tem muitas aventuras a viver.

Até o próximo livro.

Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s