Resenha: Veronika Decide Morrer- Paulo Coelho


VERONIKA_DECIDE_MORRER_1497461641156SK1497461642B

Ficha Técnica: 

Título: Veronika Decide Morrer

Autor: Paulo Coelho

Editora: Paralela

Gênero: Literatura Nacional

ISBN: 8584390758

Edição: 1º

Páginas: 240

Ano: 2017

Sinopse:

Neste romance extraordinário, Paulo Coelho narra, com sagacidade e sutileza a corajosa luta de uma jovem contra (e por) sua vida. Em uma história em que tudo parecia estar no caminho certo, o autor traça o destino de Veronika com infinito cuidado, tecendo o mistério de sua decisão de tirar a própria vida e cometer suicídio. No entanto, ela não morre: acorda num hospital psiquiátrico com a perspectiva médica de ter, no máximo, apenas mais uma semana de vida. O que a protagonista passa a enfrentar, então, é um jogo de espera e um mundo estranho que a levam a reavaliar sua decisão. Nas palavras do próprio autor, a Veronika do livro é ele mesmo, internado por três vezes em hospitais psiquiátricos, de onde extraiu elementos para este relato contundente sobre aceitação e loucura.

Resenha:

O autor Paulo Coelho, passou por uma situação pessoal em que foi internado em um asilo, sem a sua concordância.

Nesse livro, ele usa a personagem Veronika, para fazer um desabafo. Ele fala de forma minuciosa sobre os tratamentos ( principalmente o eletrochoques, do qual foi vítima), remédios, profissionais inescrupulosos que estão mais preocupados com o lado financeiro, do que com o bem estar do pacientes.

Mas sobre tudo, ele relata o medo, os sonhos e esperanças perdidos, o preconceito da sociedade e familiares, que preferem relegar as pessoas que são diferentes do seu perfeito padrão de normalidade, para um canto obscuro, onde podem ser esquecidos.

Veronika é uma mulher de 24 anos, que um dia decide se matar. Ela acredita que não tinha nada a acrescentar ao mundo, e não ver nenhum motivo para envelhecer, levando uma vida que não a agrada.

Ela toma uma grande quantidade de comprimidos e acorda em um lugar estranho. Nesse ambiente, ela descobre que loucura é algo relativo, faz algumas amizades significativas, se liberta dos padrões pré estabelecidos, e por fim descobre a felicidade tão desejada.

Essa deveria ser uma leitura obrigatória, para todos que desejam entender um pouco mais sobre empatia.

Bjos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s