Resenha: Assassinato no Expresso Oriente- Agatha Christie

120276757_1GG

Ficha Técnica: 

Título: Assassinato no Expresso Oriente

Autor: Agatha Christie

Editora: L&PM Pocke

Gênero: Literatura Estrangeira

ISBN: 9788525430090

Edição: 1º

Páginas: 272

Ano: 2014

Sinopse:

É perto da meia-noite quando a neve acumulada sobre os trilhos interrompe a jornada do Expresso Oriente, o mais famoso e luxuoso trem de passageiros do mundo, que liga a Ásia à Europa.
A bordo, milionários, aristocratas, empregados – e um assassino. Porém, no mesmo vagão encontra-se ninguém menos que Hercule Poirot. Caberá ao meticuloso detetive investigar todos os passageiros e descobrir a identidade do ousado criminoso. O crime ocorre num local isolado, e a suspeita recai sobre todos os presentes.
Publicado em 1934, o romance foi levado com estrondoso sucesso ao cinema pelo diretor Sidney Lumet em 1974, com Albert Finney, Lauren Bacall, Sean Connery, Jacqueline Bisset e Ingrid Bergman no elenco – até hoje uma das mais aclamadas adaptações jamais feitas de um clássico da literatura de mistério.

Resenha:

Os livros de Agatha Christie, são conhecidos por serem recheados de investigação criminal e suspense, embora ela lhe revele logo no inicio o fato principal, restando portanto uma construção bem elaborada, que consegue prender a atenção de milhares de leitores pelo mundo.

A autora é considerada a Rainha do Crime, e seus livros já venderam bilhões de cópias pelo mundo, estando atrás apenas da bíblia, e da obra consolidada de Shakespeare. Não é pouca coisa!

Esse é um de seus romances policiais mais conhecido, sendo baseado em alguns fatos reais, que ocorreram no Orient Express, no ano de 1929, onde um bebê filho de um aviador americano foi sequestrado.

Servindo portanto de base para a história que foi publicada em 1934, e que até hoje nos intriga, por sua criatividade.

Hercule Poirot, detetive belga, faz parte da triade de personagens que exercem a função de investigador criminal, que encantou o mundo.

Aqui Poirot, faz uma viagem de trem, com destino a Londres, onde foi solicitada a sua presença com urgência. Mas alguns fatos de cara o surpreendem, como o estranho superlotamento do trem naquela época do ano.

Mas tudo piora, quando durante uma nevasca que fez com que o trem fosse obrigado a interromper sua viagem, um crime foi cometido, e todos são suspeitos.

Um corpo com 12 facadas, vários suspeitos, de diversas nacionalidades e sem nenhuma ligação aparente. Esse é o enredo desse livro maravilhoso.

O que mais me surpreendeu foi a decisão do detetive, após desvendar o crime, mas com o passar do tempo, e uma melhor analise, o que mais ele poderia fazer.

Algumas vezes temos que nos contentar em saber a verdade.

Bjos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s