Resenha: Grey: Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian- E. J. James

51uYEf00wQL._SX346_BO1,204,203,200_

Ficha Técnica: 

Título: Gray: Cinquenta Tons de Cinza Pelos olhos de Christian

Autor: E. L. James

Editora: Intrínseca

Gênero: Romance

ISBN: 8580577730

Edição: 1º

Páginas: 528

Ano: 2017

Sinopse:

Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo.Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.

Resenha:

Eu não sou uma daquelas mulheres que adoram a trilogia Cinquenta Tons de cinza, mas mesmo assim adorei ver a versão da história pelos olhos do Sr. Grey.

Achei a leitura agradável, mais direta e com informações que me ajudaram a construir melhor a imagem do personagem principal, entendendo assim os seus dramas familiares e os traumas de infância.

Christian Grey, foi um menino ingenuo com uma vida difícil, em sua infância ele foi agredido, teve que presenciar sua mãe sendo humilhada e se prostituindo, além de estar constantemente drogada, o que a impossibilitava de cuidar bem dele e de si própria.

Aos 4 anos de idade, ele teve que passar vários dias trancado, sem comida e com o cadáver de sua mãe, que tinha sofrido uma overdose. Nesse ponto ele foi adotado por Grace e Carrick Grey, um casal amoroso, que lhe tratou com carinho e lhe ensinou o que é ter uma família de verdade.

Grey não conseguiu se comunicar até que Mia, sua irmanzinha mais nova foi adotada, ele se encantou por ela, isso fez com que a barreira fosse quebrada.

Apesar de tudo o apoio, a vida estável e a família amorosa, Grey tinha dentro de si uma escuridão, que não o abandonava. Tudo piorou quando Helena – Mrs.Robinson, uma amiga de sua mãe adotiva, resolve iniciar o então garoto de 15 anos, em praticas sadomasoquistas de dominação.

Por muito tempo Christian, pensou que essa iniciação, fez com que ele tivesse a capacidade de controlar o seu mundo, a sua dor. Mero engano, esse suposto controle que lhe foi apresentado era apenas um paliativo. Só quando conheceu Ana, é que ele se deu conta do que realmente precisava.

Ana é uma garota desengonçada, diria até que sem sal, sem nenhuma experiencia, que resolve se aventurar no mundo de Grey. Os dois arriscam muito, mas também evoluem a medida que percebem que em um relacionamento é necessário ceder.

O que me incomoda nesse tipo de livro é a mensagem de que é normal um cara perseguir a garota, de que o simples fato dele ter dinheiro e lhe proporcionar uma vida de luxo e conforto é o suficiente para que ela se sinta abençoada. Não podemos ensinar as leitoras mais jovens, que é aceitável essa submissão, que uma mulher tem que se sujeitar a praticas que não permitiria normalmente, só para ter um homem ao seu lado.

Apesar do meu ponto de vista, a leitura foi tranquila. O livro tem uma boa diagramação, e uma capa interessante.

Bjos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s