Resenha: Namorado de Aluguel- Kasie West

125992824_1GG

Ficha Técnica: 

Título: Namorado de Aluguel

Autor: Kasie West

Editora: Verus

Gênero: Literatura Estrangeira

ISBN: 9788576864356

Edição: 1º

Páginas: 252

Ano: 2015

Sinopse:

Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela – apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley. O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele – apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento.

Resenha:

Gia é uma garota popular na escola, ela tem uma turma bem consolidada de amigas, mas após a adesão de uma nova integrante, que está sempre questionando todas as informações que a garota passa, essa se torna insegura, e com necessidade de auto afirmação.

Nesse contexto, a garota se vê em volta com um grande problema, ela tinha que apresentar seu namorado universitário para as amigas no dia do baile, mas esse resolve lhe dá um fora no estacionamento, minutos antes de entrarem na festa.

Como toda boa adolescente insegura, Gia resolve fazer o impensável, ela pede a um total desconhecido para se passar por seu namorado, o pior é que o garoto aceita, por pena ou por empatia, eu definitivamente não sei.

Olhando a premissa, é de se imaginar que o livro seria ruim, pois você está enganado, ele é muito divertido, e um ótimo passatempo para quem vem de uma ressaca literária, como é o meu caso.

O Bradley falso, é interessante, inteligente e tem um humor que é capaz de conquistar qualquer garota, não é a toa que Gia se interessa por ele, logo após conhece-lo.

Temos também Rebecca, a irmã do garoto, que é uma garota estranha, com uma personalidade mutante, que vai de líder de torcida, para uma garota impopular que anda com uma turma de músicos. Mas que no fundo é super crítica e centrada em suas decisões.

Adorei a forma como a história se desenvolveu, como esse casal improvável, passou a ser tão real, que é impossível imagina-los com outras pessoas. Os dois se completam na medida certa. Eles fazem com que o outro melhore, com que reveja os seus erros e os corrija, além de dá segurança e amor incondicional.

Além de tudo podemos ver como o apoio da familia é fundamental para a formação da personalidade de uma pessoa. Enquanto Gia vem de uma família que vive de aparencia e na qual não se tem nenhum diálogo profundo, ou apoio aos filhos. O garoto, vem de uma familia que é formada com base no amor, que os filhos tem liberdade para se comunicar, e que com a ajuda dos pais, chegam a solução mais adequada para seus dramas adolescentes.

Gostei muito do fato de observar, que foi abordado o tema da validação social e da vida de aparências, com base nas postagens nas redes sociais. Isso é um tema bastante atual no mundo, é que infelizmente é pouco abordado nos livros. Apesar de não ter sido aprofundado, serviu de alerta para Gia, e ela teve a oportunidade de rever os seus conceitos.

Uma das personagens mais odiadas desse livro no entanto é a Jules sanguessuga, essa garota é detestável. Nada justifica as coisas horrorosas que ela fazia com a Gia, toda a pressão psicológica. O pior é que a garota saiu sem nenhuma lição, ela simplesmente conseguiu tudo o que almejava, mesmo passando por cima de outro ser humano para isso. Foi uma das coisas que eu detestei ver. Além do fato das supostas amigas de Gia, não darem a ela a chance de se explicar, não a perdoando e lhe virando as costas tão fácil, o que me fez pensar, essas garotas realmente eram amigas dela? Não vejo a Bec fazendo o mesmo com a Gia, apesar do pouco tempo que elas se conhecem.

Eu devorei esse livro em pouquíssimo tempo, a leitura é fluida e divertida, a autora me surpreendeu.

Bjos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s