Resenha: Moby Dick- Herman Melville

111689269_1GG

Ficha Técnica: 

Título: Moby Dick

Autor: Herman Melville

Editora: Landmark

Gênero: Literatura Estrangeira

ISBN: 9788580700145

Edição: 1º

Páginas: 528

Ano: 2012

Sinopse:

Moby Dick foi escrito pelo escritor norte-americano Herman Melville e publicado originalmente em três fascículos com o título A Baleia, em Londres, em 1851, e ainda no mesmo ano em Nova York em edição integral. Somente a partir de sua segunda edição que ganha seu título definitivo, Moby Dick.
Inspirado pelas experiências pessoais do autor e por outros acontecimentos que marcaram o período, Moby Dick representa, além de uma complexa narrativa de ação, uma profunda reflexão sobre o confronto entre o homem e a natureza, ou segundo alguns especialistas, entre o homem e o Criador, reforçada pela universalidade dos tripulantes do navio Pequod, o que sugere uma representação da Humanidade. Obra de profundo simbolismo. Inclui referências a temas diversos como religião, biologia, idealismo, pragmatismo e vingança.

Resenha:

Romance de grande sucesso do autor Herman Melville. Tras como personagem principal uma cachalote branca e enraivecida, que já destrocou diversos barcos e causou a morte de muitos homens.

O autor coloca a baleia como um ser assassino, mas quem sendo constantemente atacado não revida? Ao meu ver a baleia era apenas uma vítima de uma sociedade consumista, que mata seres milenares, com o único intuito de retirar deles, algumas poucas partes que tem um grande valor para as empresas de cosmético.

A baleia, foi se moldando a cada ataque que resistia, foi se aperfeiçoando, descobrindo formas de sobreviver, é para isso, ela precisava atacar primeiro.

Temos porém a visão do narrador Ismael, que narra as suas aventuras. Ele também nos contempla com diversas informações, de como era um navio baleeiro, os métodos de caça, estrutura dos animais …

O romance foi baseado em uma história real  do navio Essex, que naufragou apos bater em uma baleia.

A obra tem inicio quando Ismael, conhece Queequeg, em uma hospedaria. Esse se torna seu melhor amigo e companheiro de aventura. Os dois embarcam no navio The Pequod, para trabalhar na caça a baleias. Mas Ismael recebe um aviso, para não embarcar no navio, pois o comandante é visto como o próprio diabo, e ele tem uma verdadeira obsessão por Moby Dick, a baleia assassina, que lhe arrancou uma das pernas.

Esse embate entre a natureza e o homem, tem um final previsível, a morbidez do instinto de vingança que não põe na balança a vida de terceiros. O final do livro é previsível, mesmo assim o autor chega a surpreender na sua descrição dos fatos.

Adorei a leitura.

Bjos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s