Resenha: A Casa de Seda- Anthony Horowitz

110980214_1GG

Ficha Técnica: 

Título: A Casa de Seda 

Autor: Anthony Horowitz

Editora: Zahar

Gênero: Ficção Científica

ISBN: 9788537808238

Edição: 1º

Páginas: 272

Ano: 2012

Sinopse:

A Casa da Seda é um mistério de Sherlock Holmes de primeira grandeza. Escrito por Anthony Horowitz, autor premiado e sucesso de crítica e de vendas, arrebata pela fidelidade ao espírito e à escrita dos livros de Conan Doyle, pela brilhante caracterização dos personagens e pelo enredo diabólico. Sherlock Holmes está de volta, com todo o brilhantismo, velocidade e poderes de dedução que fazem dele o maior e mais famoso detetive do mundo. É novembro de 1890 e Londres enfrenta um cruel inverno.
Sherlock Holmes e o dr. Watson tomam chá diante da lareira quando um agitado cavalheiro chega ao nº 221B de Baker Street. Ele implora pela ajuda de Holmes, contando uma agoniante história sobre um homem com o rosto marcado por cicatrizes e olhar penetrante que o vem perseguindo nas últimas semanas.
Intrigados pelo relato do homem, Holmes e Watson logo se veem às voltas com uma série de sinistros e enigmáticos eventos, que se estendem da penumbra das ruas de Londres ao fervilhante submundo de Boston. Conforme mergulham mais e mais no caso, deparam-se com um nome que é sempre sussurrado – A Casa da Seda, uma misteriosa entidade, um inimigo mais mortal que qualquer outro já enfrentado por Holmes – e com uma conspiração que ameaça macular toda a sociedade…

Resenha:

Sherlock Holmes, nos é apresentado em mais uma maravilhosa história de suspense e investigação. Anthony Horowitz, ressuscita o personagem nessa história inédita.

Aqui temos um Watson já idoso, relembrando uma de suas aventuras com Holmes. Watson considera essa a investigação mais complexa, no qual os dois já estiveram envolvidos, com repercussões imprevistas e por isso mesmo, a história só poderia ser publicada 100 anos depois.

Logo de inicio temos a apresentação de alguns dados já conhecidos do grande publico, como o dia em que Holmes e Watson foram apresentados, e como eles passaram a dividir o famoso apartamento na  Baker Street, nº 221B.

O triste é que Watson, já se encontra sozinho, após a morte de seu grande amigo e companheiro, o que dá a esse livro um tom mais saudosista.

O enredo é bem amarrado, mas ao longo da história dá para perceber a diferença no ritmo da escrita, muito diferente do ritmo original. Isso se deve ao esforço que o autor visivelmente faz para se igualar a obra original, o que por si só seria impossível.

O Watson de Horowitz, é mais racional e metódico, enquanto o Holmes e mais apático, sem toda e explosão de genialidade na qual já estamos acostumados.

Apesar de tudo, o livro é interessante é bem vindo. Os fãs de Sherlock, vão ter a oportunidade de matar um pouco da saudade desse personagem tão marcante.

Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s