Fragmentado – Resenha do filme

CUIDADO! O TEXTO CONTÉM ALGUNS SPOILERS!
482058

FICHA TÉCNICA

Título Original: Split
Duração: 117 minutos
Gênero: Suspense/Thriller
Diretor: M. Night Shyamalan
Elenco: James McAvoy, Anya Taylor-Joy, Betty Buckley, Haley Lu Richardson e Jessica Sula.
Lançamento: EUA, 2016.

 

 

 

 

Resenha

Em Fragmentado conhecemos Kevin (James McAvoy) um jovem que possui um transtorno muito peculiar, o transtorno dissociativo de identidade: 23 personalidades diferentes habitam seu cérebro – algumas clamam pela bondade e ajuda ao próximo, outras, pela maldade e tortura, mas todas esperam pela chegada da 24ª personalidade, que é a mais forte de todas – a fera.

 Logo no início da trama, Denis (uma das personalidades) sequestra três adolescentes e as leva para um cativeiro. Lá ele descobre que uma delas não está dentro das especificações que ele buscou, o que torna a história mais interessante a cada passo.

Conhecemos um pouco da história das personalidades e como tudo funciona através das sessões com a Drª Fletcher (Betty Buckely), que luta para provar para a comunidade médica que seu paciente não sofre de transtorno algum, mas que ele na verdade “são” 23 pessoas dividindo um único corpo.

No desenrolar da trama, percebemos que é Casey quem não atende ao perfil. Ela é diferente e, pelos flashbacks temos uma noção de tudo que ela passou pra chegar a este momento. Que ela não teve uma vida comum e fácil como as outras adolescentes e que foram esses eventos que a prepararam para enfrentar a 24ª personalidade: a fera.

No filme, conhecemos apenas 7 das 24 personalidades. Uma sequência do filme foi anunciada para 2018 e trará também o universo do filme Corpo Fechado, um clássico com Bruce Willis.

A fera

Com uma trilha sonora de impacto e o cenário de labirinto cheios de cômodos e tubulações agrupadas que nos remetem a uma referência ao cérebro humano e seus mistérios, Fragmentado é uma surpresa para os fãs do diretor, que, apesar de um ou outro vacilo, consegue nos apresentar um texto inteligente interpretado por um elenco maravilhoso. James McAvoy merece prêmios por sua brilhante atuação.

É isso, queridos. Por mim, contaria muito mais, porém, não quero estragar as surpresas do filme, tampouco a diversão de vocês.

Assistam e voltem pra gente conversar e criar teorias sobre o fantástico cérebro humano e suas “loucuras”.

Mega beijo e até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s