Corações nas Sombras. Livro I: Presságios de Guerra – Allan Francis

Ficha técnica

  • Título: Corações nas Sombras – Livro I: Presságios de Guerra
  • Autor: Allan Francis Salgado
  • Data de publicação: 2016
  • Número de páginas: 736
  • ISBN: 978-989-51-7046-3
  • Gênero: Fantasia
  • Editora: Chiado

 

 

 

Sinopse

Quando eu olhei através do passado eu finalmente compreendi o que você entenderá aos poucos. Ver a queda e extinção dos centauros por sua sede de poder foi apenas o estopim de algo maior, pois o mal que despertaram no mundo inferior (Agonia) embora selado por Círdan o elfo, desencadeou uma série de acontecimentos que narro para ti. Aquilo bastou para que Goldax o imortal que liderou os orcs por duzentos anos encontrasse um mestre que lhe prometeu libertar os orcs de seu exílio. Depois de sua derrocada, o dragão negro ressurgiu havido por poder e adoração, a ponto do rei dos dragões lhe temer. A Casa de Prata com intenções desconhecidas começou a roubar um a um os talismãs de Ifíanor. O mundo aos poucos começou a odiar os magos seus antigos benfeitores e uma mente brilhante surgiu com a finalidade de equilibrar as coisas, mas ele não sabia que seus atos acarretariam uma guerra sem fim. Então meu amor, meu confidente e meu amante, se lhe conto sobre o passado é para que você entenda o meu papel no presente e o porquê de termos nos separados. Escolhi nomear este relato de Corações nas Sombras e acredito que você entenderá o motivo.

______________________________________________________

Resenha

Olá, queridos leitores.

Hoje venho falar de uma obra brasileira maravilhosa que tive o prazer de ler. Essa resenha demorou mais do que o normal para sair, por ser um livro grande e eu não queria perder nenhum detalhe da história, pra contar a vocês tudo o que ela tem de melhor!

Publicado no Brasil e em outros países pela editora portuguesa Chiado, Corações nas Sombras é obra do mineirinho Allan Francis, Doutor em Direito Penal, apaixonado pela leitura e escrita desde sua adolescência e que, inspirado pelos mestres King, Tolkien e Rowling, que abriram espaço no país para a difusão desse gênero literário, estreia  como escritor com esta obra maravilhosa que nos remete ao  clássico e contemporâneo do gênero.

Algo que amei nesse livro foi o trabalho artístico relacionado ao mapa, que ficou espetacular e, ao mesmo tempo, bastante útil para guiar o leitor em um novo mundo, assim como nas obras de Tolkien. Allan consegue dar vida a um mundo inteiro com maestria. Os lugares onde a trama se desenrola podem ser facilmente encontrados no mapa, o que os tornam quase reais e verdadeiros, fazendo com que possamos entender a importância de cada território na história.

CYMERA_20170323_101125
Mapa de Ifíanor

Francis nos apresenta um mundo inteiramente novo, com riqueza de detalhes. Neste primeiro livro da série, o autor nos apresenta Ifíanor, um mundo fantástico dividido em dois continentes – Pallas e Primas –  e diversos reinos onde há magia, elfos, anões, humanos, magos e outras raças inteiramente novas que convivem em harmonia, graças a um tratado, feito após uma grande guerra que causou muita destruição e terminou com a quase extinção dos centauros.

Em uma trama complexa, um inimigo antigo e comum a todos os reinos ressurge, com um plano para ganhar poder, disseminar o caos e derrotar a todos. Como bem ressalta a sinopse, o livro se divide entre uma trama principal, que tem a força de transformar toda a estrutura do mundo conhecido, atada por histórias secundárias menores, aventuras e dramas que vão ligando as lacunas do enredo à medida que vão progredindo no desenvolvimento narrativo.

Conhecemos personagens incríveis como a Selene, uma feiticeira que trava uma batalha consigo mesma para evitar ser consumida por um demônio; Alásia, uma princesa guerreira, obrigada a casar, mesmo estando apaixonada por outro; Gael, um inventor que sofre uma perda e precisa encontrar uma nova motivação/propósito pra sua vida; Itzanami, uma jovem que perdeu a irmã e descobre que possui um poder incrível, por fim, o reino de Damatia me chamou muito a atenção, pois neste reino os homens não governam e não participam da tomada das decisões principais e mais importantes do reino. A governante é uma rainha forte e seus exércitos são compostos pelas guerreiras do reino – me lembrou a Daenerys de Game of Thrones.

Resultado de imagem para dragões mundo fantasia
Imagem ilustrativa

Há vários personagens das diversas partes do mundo e com objetivos diferentes na trama e o desenvolvimento da história se dá através dos pontos de vista desses seres. Como disse anteriormente, as tramas secundárias ajudam o desenrolar da trama principal e todas elas são bem trabalhadas, a meu ver. É interessante acompanhar a evolução dos personagens ao longo da obra, que frisa as mudanças em suas personalidades e no seu modo de agir. Há uma certa imprevisibilidade, pois, um guerreiro forte e destemido que poderia ser um herói, pode cair em suas desconfianças e medos. Uma donzela desafortunada e insegura com o decorrer dos eventos, pode chegar a se tornar um símbolo poderoso de poder e esperança.

Embora seja um livro grande e assuste à primeira vista (me perguntei – por que um primeiro volume tão grande?), a forma escolhida para desenvolver o enredo e os personagens não deixam escapar a atenção e interesse do leitor pela trama. Não é uma leitura cansativa, como imaginei pelo volume. Os personagens te prendem na primeira metade do livro, e o enredo, a tensão, as intrigas e descobertas dos mistérios são o grande segredo da segunda parte. O final não deixa a desejar e consegue deixar aquele gostinho de “cadê o próximo volume? O que acontece agora?”.

A identificação que temos com os personagens e seus conflitos nos levam a torcer por eles e, ao mesmo tempo, questionar se o vilão é mesmo o vilão, se determinado personagem está do lado certo, que consequências trará determinada ação. A humanização dos personagens nos aproxima deles e, quanto mais nos aprofundamos na leitura, mais imergimos na obra e nos conectamos a ela.

Resultado de imagem para dragões mundo fantasia
Imagem ilustrativa

Quanto ao trabalho editorial da Chiado Editora, o livro é confeccionado em papel amarelado (eu gosto), com uma diagramação maior, mais grossa, que deixa o manuseio agradável, mesmo sendo um livro grande. Confesso que eu senti um pouco de desconforto com o tamanho da letra e ficaria feliz se as próximas edições mudassem isso, mas, isso é uma questão muito pessoal e não compromete em nada a obra. Me incomodou também, em alguns momentos, a falta de pontuação adequada e alguns errinhos na escrita, o que é claramente um erro de revisão e que demanda um cuidado maior nas próximas impressões.

Por fim, “Corações nas Sombras: Presságios de Guerra” surge na minha vida como uma grata surpresa em termos de obras de fantasia e produção nacional. Temos ação, drama, embates emocionais e pessoais, romance e aventuras num lugar só. Este livro não deixa nada a desejar a obras estrangeiras e afamadas. Ainda que seja um volume extenso e com um enredo grande e repleto de eventos importantes, é apenas o início de uma história que promete ser ainda mais épica. O autor nos deixa logo em sua estreia em uma ressaca literária, principalmente, em relação à saudade dos personagens.

Tentei não deixar a resenha muito grande, e tomei o cuidado de não dar spoilers, para que você possa fazer sua própria viagem até Ifíanor e formar sua própria opinião. Vá e lute ao lado de guerreiros e mágicos poderosos contra dragões e orcs.

Por tudo que li e relatei aqui pra vocês, meus caros amigos, super recomendo a leitura do livro, em especial, se você tem uma queda por obras de fantasia e adora Tolkien, Rowling e King. Podem ler sem medo, que o nosso mineirinho não decepciona. 😉

Queria agradecer ao autor pela dedicatória linda e desejar muito sucesso na continuação da obra. Aguardamos ansiosas pelos próximos livros!

20170410_111608
Dedicatória linda do Allan Francis

Por hoje é só, pessoal!

Até a próxima.

Comenta aqui se já leu esse livro, o que achou…

Anúncios

3 comentários em “Corações nas Sombras. Livro I: Presságios de Guerra – Allan Francis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s