Resenha: A Garota Do Calendário (Abril)- Audrey Carlan

maio

Ficha Técnica: 

Título: A Garota Do Calendário (Abril)

Autor: Audrey Carlan

Editora: Verus

Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance

ISBN: 99788576865193

Edição: 1º

Páginas: 160

Ano: 2015

Sinopse:

Mason Murphy é de Boston. Astro do beisebol, ele é o cliente de abril. Murphy precisa de Mia ao seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Grosseiro e convencido, o astro não está acostumado a ouvir “não” das mulheres. Até que surge Mia Saunders, representando um grande desafio em sua vida.

Resenha:

Em abril, Mia vai para Boston. Ela vive alguns dos seus melhores momentos, se vestindo como gosta, em boa companhia, assistindo todos os jogos de beisebol que pode em ótimos lugares.

No inicio ela tem um pouco de conflito com o super gostoso do Mason, mas eles logo chegam a um acordo.

O garanhão, mal educado se mostra na verdade um homem sensível, de boa família, com uma história de vida inicialmente triste, mas de grande sucesso.

Novamente alguns personagens reaparecem na trama. Wes parte o coração de Mia, mostrando o seu lado mais sensível a garota quase desmorona, impossível não se identificar, afinal quem nunca sofreu por amor.

a-garota-do-calendario-maio-audrey-carlan-verus-editora-mlnet

Alex o francês pintor super gato de fevereiro também surge para aliviar toda a tensão que  Mia vinha sentindo, ele novamente fez com que ela se sentisse linda e amada. Além de mostrar que a garota fez verdadeiras amizades pelo caminho.

Mia também dá uma de cupido, com algumas trapalhadas e desencontros pelo caminho mas no final tudo fica bem. Nesse ponto eu senti a falta de um pedido de desculpas por parte de Rachel, assessora de Mason, que disse algumas coisas bem duras para Mia.

Senti que a autora quis passar a ideia que Mia tinha que aceitar o que foi dito, pois ela mesma se sentia daquela forma errada as vezes, mostrando assim sua baixa estima. Mas ao mesmo tempo passando a ideia de que ela era um ser tão bom, que sempre presa pelo bem estrar do outro, que no final das contas acaba se anulando em seu altruísmo.

Outro ponto que me desagradou foi o fato de uma garota bem instruída, que trabalha como acompanhante de luxo, ganhando 100 mil por mês, para passar 21 dias com um cliente, independente de haver ou não sexo, acreditar que em um evento de caridade, onde só iriam pessoas que ganhavam no mínimo 7 dígitos,  o objetivo era arrecadar 50 a 100 mil. Sério?

 Enfim, nada é perfeito. Que venha o próximo livro.

Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s