Resenha: Histórias de Hogwarts: Poder, política e Poltergeists Petulantes – J.K. Rowling

poder-politica-e-poltergeists-petulantes-historias-de-hogwarts-vol-02-j-k-rowling

Ficha Técnica: 

Título: Histórias de Hogwarts: Poder, política e Poltergeists Petulantes

Autor: J.K. Rowling

Editora: Pottermore

Gênero: Literatura Estrangeira

 

Sinopse:

Essas histórias sobre poder, política e poltergeists petulantes lhe oferecem um vislumbre do lado mais sombrio do mundo bruxo, revelando as raízes da implacável Professora Umbridge, informações sobre os Ministros da Magia e a história da prisão de Azkaban. Você poderá sondar mais a fundo os primeiros anos de Horácio Slughorn como mestre de Poções em Hogwarts – e sua relação com Tom Servoleo Riddle

Resenha:

Esse é o segundo volume. o livro é bastante interessante é nos apresenta dados sobre a vida de alguns personagens ilustres da trama Harry Potter. Entre eles Dolores Umbridge, que sempre foi uma bruxa no sentido mais depreciativo da palavra. Mas foi bem interessante perceber todo o drama familiar dessa personagem e ver que ela não foi capaz de aprender com a dor, tornando-se cada vez mais insuportável.

Também nos foi explicado como funciona o Ministério da Magia, seus ministros, o relacionamento desses com os ministros trouxas, com as crises que ocorreram durante os seus mandatos e quanto tempo cada um ficou no poder.

“Nenhum Primeiro Ministro trouxa jamais pôs os pés no Ministério da Magia, por razões que foram sucintamente resumidas pelo ex-Ministro Dugaldo McPhail (mandato de 1858 a 1865): “seus cerebrozinhos não conseguiriam lidar com isso”. – J.K. Rowling

Durante um dos mandados foi criada a  prisão de Azkaban, em uma ilha que antes era habitada por um bruxo cruel, que convivia perfeitamente com os dementadores do local.

Acompanhamos a história de vida do professor Horácio Slughorn, como apesar de vir de uma família de puros sangues e de fazer parte da Sonserina, chegando a ser diretor dessa casa. Ele mesmo assim era um homem bom e justo, que tinha amor aos seus alunos.

Ele também tem que lidar com a culpa que carrega pela ascensão do Lord das Trevas.

Por fim temos um pouco das brincadeiras/ travessuras de Pirraça, nosso poltergeist favorito.

Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s