Resenha: O Trem dos Órfãos- Christina Baker Kline

33

Ficha Técnica: 

Título: O Trem dos Órfãos

Autor: Christina Baker Kline

Editora: Editora Planeta

Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance

ISBN: 9788542203547

Edição: 1º

Páginas: 304

Ano: 2013

Sinopse:

cdc97737ef942a1c7d54289b2c39f9f8

Quando Vivian Daly, uma senhora de 91 anos, decide se livrar de seus pertences antigos ela acaba recebendo a ajuda de Molly, uma adolescente órfã e rebelde, que está disposta a prestar serviços para não acabar no reformatório. Revivendo cada momento marcante de sua história, Vivian conta para Molly sobre sua família irlandesa pobre que foi de barco para Nova York em busca de uma nova vida e acabou morta em um incêndio. Sendo a única sobrevivente, ela foi levada por um trem com outras centenas de crianças que teriam seu destino decidido pela sorte. Seriam elas adotadas por famílias gentis e amáveis, ou teriam de encarar uma infância e adolescência de servidão e trabalho pesado? Grande interesse já na época de sua morte, em 2005. Em seu testamento, porém, o papa havia feito um pedido a seu assistente, Stanis¿aw Dziwisz, que o acompanhara ao longo de 40 anos em seu episcopado e papado: ele solicitava que todas elas fossem destruídas. Dziwisz, atual arcebispo de Cracóvia, não destruiu as anotações, mas decidiu apresentá-las à Congregação para as Causas dos Santos, que então estava examinando a vida do papa em seu processo de beatificação. Uma leitura breve daquele material já foi mais do que suficiente para confirmar que o pontífice tivera uma intensa vida interior. As anotações revelam a profundidade da vida espiritual de Karol Wojtyla – bispo auxiliar, arcebispo de Cracóvia, cardeal e papa – entre os anos de 1962 e 2003. Elas dão acesso ao coração do homem que atuou como bispo na Polônia durante o difícil período do comunismo e registram as experiências, resoluções, orações, reflexões e comentários de seu autor ao longo de seu progresso espiritual. Recheada de fotos de João Paulo II e de algumas imagens em fac-símile de seus cadernos, estou nas mãos de Deus é uma obra rara e comovente. Com ela, o leitor pode tornar-se um discípulo na escola de pensamento de uma das mais importantes figuras religiosas dos últimos tempos.

Resenha:

b21794c16b79880f408b04b23767123c

Esse livro é emocionante do inicio ao fim. Logo de cara você imagina que o livro vai abordar determinado assunto e esse acaba por tornar-se secundário, dando prioridade ao lado emocional, a trajetória de vida da personagem e como determinados acontecimentos podem alterar de forma drástica a vida das pessoas que estão  envolvidas.

O Trem dos Órfãos é baseado em alguns dados verídicos, que narram um período em que as crianças  que foram abandonadas, ou cujos pais morreram na guerra eram enviadas para outras famílias que desejavam adota-las, para isso elas transcorriam os Estados Unidos de trem.

O problema é que era feito uma especie de leilões de exposição dessas crianças. Elas eram expostas em alguns palanques e as mais aptas ao trabalho na lavoura ou em casa, , as crianças de colo, eram logo escolhidas, enquanto as de aparência frágil ou que estivessem debilitadas física e emocionalmente eram preteridas.

hqdefault

Nesse período irmãos foram separados porquê as famílias não desejavam adotar mais do que um ou dois por vez. Alguns se reencontraram quando adultos, mas a maioria nunca mais se viu, principalmente quando adotados muito pequenos ( lembranças vagas da família anterior).

Além dos trabalhos extenuantes a que eram submetidos, essas crianças eram tratadas piores do que se fossem animais, passando fome, sendo espancadas e as meninas geralmente eram violentadas.O pior é que eles não tinham a quem recorrer, quando conseguiam denunciar as autoridades, essas ignoravam o caso, pois viam que já tinham feito um favor em lhes conseguir um lar substituto.

garotos-em-trem-para-serem-adotados

Vivian era uma dessas órfãs, o livro conta sua história a partir da narração que esta faz para Molly, também órfã, porém de uma outra época. Elas se unem quando Molly é contratada para limpar o sótão de Vivian e a partir  de alguns objetos a história passa a ser contada.

As duas personagens foram muito bem construídas, as personalidades são marcantes e a vida delas em si é um ensinamento sem igual.

A leitura é leve, apesar do tema ser pesado ( período de guerra) a autora soube dosar dados históricos com ficcionais, deixando tudo muito agradável ao leitor. Após o final temos ainda uma entrevista com a autora, contando sobre o seu processo de criação, tudo muito interessante.

Bjos!

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s