Resenha: A Cura Mortal -James Dashner

a_cura_mortal_1370219653b

Ficha Técnica: 

Título: Maze Runner

Subtítulo: A Cura Mortal

Autor: James Dashner

Editora: Vergara & Riba

Gênero: Literatura Estrangeira-Ficçao De Terror E Suspense

ISBN: 9788576833888

Edição: 1º

Páginas: 364

Ano: 2012

Sinopse:

Por trás de uma possibilidade de cura para o Fulgor, Thomas irá descobrir um plano maior, elaborado pelo Cruel, que poderá trazer consequências desastrosas para a humanidade. Ele decide, então, entregar-se ao Experimento final. A organização garante que não há mais nada para esconder. Mas será possível acreditar no Cruel? Talvez a verdade seja ainda mais terrível, uma solução mortal, sem retorno.

Resenha:

cura-01

Esse era para ser o último livro da saga Maze Runner, mas a série foi ampliada de forma desnecessária acrescentando livros que antecedem ao labirinto, com personagens novos, mas isso fica pra próxima resenha.

Nesse livro temos Thomas e seus amigos em uma instalação do Cruel. Inicialmente Thomas é separado dos demais, passando assim por mais um teste de resistência, onde ele fica confinado em um quarto branco por algumas semanas, sem contato com nenhum outro ser vivo, sem acesso a higiene básica.

Seus amigos passam por testes diversos e após um período todos se reencontram. Fica claro que eles passaram, uma vez que nenhum enlouqueceu.

Temos a revelação de que a maioria dos garotos são imunes ao fugor, apesar de todos terem o vírus. Infelizmente um grande amigo de Thomas não possui imunidade. A situação desse garoto se agrava a medida que a narrativa se desenrola. Chegando a um ponto que nada mais pode ser feito em seu benefício. Esse é de longe o ponto mais emocionante do livro.

cue

Algumas perdas importantes são sofridas pelo grupo, essas mais chocantes já que estamos tão acostumados com alguns personagens. Apesar desse fato, finalmente algumas respostas são fornecidas ao meninos.

No final o Cruel nem de longe era bom, na realidade ele era apenas mais um dos responsáveis pelo mal que foi disseminado no mundo em decorrência da ganancia e da racionalização exagerada dos fatos.

Esse livro nos faz refletir sobre como os lideres mundiais reagiriam a uma situação de tragédia global. Dá para perceber que o ser humano como um todo, por mais inteligente que seja, não está preparado para algumas das probabilidades negativas que  a vida nos apresenta.

Será que nós que julgamos, tomaríamos uma atitude diferente? Podemos perceber pela política nacional, que os que protestavam e lutavam contra a ditadura e que agora fazem parte do governo cometem erros tão graves quanto o de seus antecessores.

Afinal não somos nem bons e nem maus, pelo menos não de todo. E como a mensagem que fica clara no livro é sempre importante tentar corrigir os seus erros e na impossibilidade de faze-lo, tenha sempre um plano B.

Bjos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s