Resenha: Engrenagem Humana – um livro de histórias – Diogo Cysne

 

capa-8602544d2853857d5cda07faf6b2951e-480-0

Ficha Técnica: 

Título: Engrenagem Humana – um livro de histórias  

Autor: Diogo Cysne

Editora: Companhia Editorial Cysne

Gênero: Literaruta Nacional

ISBN: 978-85-5694-000-1

Edição: 1º

Páginas: 672

Ano: 2015

Sinopse:

Uma fábrica que ganha vida. Um garoto sozinho no fim do mundo. Um bandido perdido no deserto. Um reality show sangrento. Um médico com um dilema moral. A saga de uma garota selvagem.

“Engrenagem Humana” é um livro sobre personagens excepcionais tendo que lidar com situações extraordinariamente bizarras. Em cinco contos e uma novela, acompanhe a jornada de indivíduos insuspeitos por ambientes ameaçadores, à mercê de forças desconhecidas, incontroláveis e, geralmente, pouco amistosas.

Trata-se de uma coletânea absurdista que mistura drama, suspense, política e comédia. Suas histórias são independentes mas correlacionadas, construindo uma narrativa sem precedentes quando tomadas em conjunto, tal como engrenagens de uma grande, magnífica, bizarríssima máquina.

Resenha:

Um dos melhores livros que li esse ano. Com personagens complexos, cheios de nuances.

A história é recheada de reviravoltas, nos disponibilizando uma gama de interpretações possíveis. O autor faz uma análise profunda da sociedade através de seus personagens.

O livro é dividido em cinco contos e uma novela, o que possibilita a fluidez da leitura.

No primeiro conto temos  A fábrica, um ambiente pesado, de muito trabalho e pouca inovação, onde os funcionários são vistos como meras peças numa grande engrenagem, mas essas peças são facilmente substituíveis, mostrando a pouca importância que alguns empregadores dão a sua mão-de-obra.

Um dos funcionários propõem uma série de mudanças revolucionarias para melhorar o ambiente de trabalho e a produtividade, evitando assim a repetição exaustiva de tarefas, os baixos salários, as pessoas coisificadas e desvalorizadas.

Em seguida temos Diários do fim do mundo, eu gostei particularmente desse conto, talves por ter tratado de forma mais emocional as carências e necessidades que temos como ser humano. Eu só tive plena certeza do que estava acontecendo no fim do conto, apesar do autor disponibilizar algumas dicas durante o desenrolar da história, o final foi surpreendente. Após a leitura tive que tirar um tempo (alguns dias) para absorver a dimensão do que estava sendo transmitido.

Alienígenas por outro lado aborda o assunto medo e como ele nos é incutido das formas mais variáveis possíveis. Além de trazer como pano de fundo o crime, a vingança, perseguição, assassinatos múltiplos.

Carrascos, traz o cenário de um reality show de grande audiência, em que cada personagem tem que chocar o público causando a morte mais violenta e teatral possível de um criminoso condenado a morte. A medida que as apresentações são feitas os jurados analisam a performasse dos participantes e o embasamento histórico, dando por fim uma nota. A banalização da violência e a alienação de informações são os assuntos temas.

Em Crianças eu vivenciei uma sensação incomoda e conflitante ao analisar a situação de uma menina de 9 anos violentada pelo padrasto que acabou ficando grávida de gêmeos e entrando em coma devido a exaustão de seu corpo. O autor apresentou dois posicionamentos, de um lado um médico humanitário que queria fazer um aborto e salvar assim a vida da menina, de outro um pastor fanático que pregava que  ninguém tinha que decidir o destino das crianças ( mãe e gêmeos) a não ser Deus, que era para deixar a gravidez seguir adiante e esperar para ver se eles sobreviveriam.

Eu me recordei de um caso internacional que teve a pouco tempo, em que uma garota passou por tal situação, no caso dela foi permitido o aborto legal, mas vários manifestantes saíram as ruas e protestaram. eu vi na época os mais absurdos comentário, sem nenhum embasamento teórico ou pior sem nenhuma compaixão ou empatia.

O que falar da novela Selvagem? Nessa parte do livro eu fiquei em constante alteração de sentimento, hora eu gostava da história, hora eu me desagradava, mas não por ela ser ruim, longe disso, porém a garota indígena era diferente da visão que sempre me foi apresentada por  José de Alencar. A determinação era a mesma, mas a forma de se posicionar, o enfrentamento dos lideres e da sociedade posta, a eterna  inquietação.

O linguajar as vezes vulgar me incomodou muito, por esperar uma figura mais ingenua, quase angelical e ter essa espera frustada. O destino da garota também foi inquietante. A sua beleza permeou o desenrolar de toda a história, além de sua força indomável, quase selvagem.

Mas eu me apaixonei por ela, torci para que encontrasse o que procurava, esperei para descobrir o que era, afinal a garota conquistou o mundo, alterou pelo menos três sociedades, se tornou rica e poderosa, dona do seu destino, líder nata, mas seu lado revolucionário causou mudanças profundas com consequências imprevistas e o final da garota acabou sendo triste.

Fiquei incomodada com o final, queria mais elementos, uma continuação, a impunidade da rainha me desagrada, mas essa é só minha visão romântica falando, pois no mundo real quem faz o mal nem sempre sai prejudicado, não há uma punição imediata principalmente se o crime não foi descoberto, e a falta de consciência permite sim, noites tranquilas de sono.

Todos os contos e a novela nos apresentam um final reflexivo, deixando impresso na alma do leitor a sua mensagem.

Esse livro estar mais do que recomendado, ao meu ver a leitura do mesmo deveria ser obrigatória. Eu agradeço ao autor por ter me dado a oportunidade de entrar em contato com essa obra.

Bjos!

 

http://www.livroengrenagemhumana.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s