Resenha: Harry Potter e as Relíquias da Morte – J. K. Rowling

Capa_Harry_Potter_e_as_Relíquias_da_Morte_(livro)

Ficha Técnica: 

Título: Harry Potter e as Relíquias da Morte 

Autor: J. K. Rowling

Editora: Rocco

Gênero: Literatura Juvenil

ISBN: 9788532522610

Edição: 1º

Páginas: 552

Ano: 2007

Sinopse:

Harry Potter está prestes a fazer 17 anos, mas, ao contrário das outras vezes, não irá para Hogwarts após seu aniversário. Agora, escoltado por uma verdadeira brigada de bruxos, ele precisa fugir, antes que Voldemort o encontre. Esse ingresso brusco na vida adulta marca o início da aventura do jovem bruxo no último livro da série, Harry Potter e as Relíquias da Morte.

tl Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, o encontro inevitável com Lord Voldemort não pode mais ser adiado. Harry, no entanto, precisa ganhar tempo para encontrar as Horcruxes que ainda estão faltando. E, pelo caminho, descobrir o que são afinal as Relíquias da Morte e como ele pode usá-las contra o Lorde das Trevas. Seguindo as poucas pistas deixadas por Dumbledore, Harry conta apenas com a ajuda dos leais amigos Rony e Hermione. Juntos, eles percorrem lugares nunca visitados, descobrem histórias nebulosas sobre pessoas queridas e acabam por desvendar mistérios que os incomodavam há muito tempo. Enquanto Harry, Rony e Hermione vagam por diferentes lugares em busca de pistas, J. K. Rowling vai revelando aspectos até então desconhecidos sobre os principais personagens.
Em sua última e derradeira aventura, Harry não é exposto apenas a batalhas. Ele precisa superar traições, surpresas e, mais do que nunca, aprender a lidar com os próprios sentimentos. Como em todos os livros da série, o amor e a amizade são elementos-chave para a trama. Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, J. K. Rowling leva o leitor por uma trilha de suspense, com sustos ininterruptos até a última página, quando entrega, por completo, toda a verdade e conclui os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos.

Resenha:

0,,42540818-EXH,00

Harry atingiu a maioridade, a proteção do sangue de sua mãe se fora, Dumbledore estar morto, mas a missão continua.

Se já choramos muito com a morte de Siriús e Dumbledore, imaginam só com a chacina que a autora fez neste último livro, quase ninguém estar a salvo.

Há muitas brigas, intrigas, desconfiança, traição e tudo que o ambiente de terror propagado pelos comensais da morte podem proporcionar. Mas também há espaço para o amor, amizade, lealdade, confiança e justiça.

Alguns personagens enfrentam bruxos que no passado lhe causaram dor de alguma forma, são verdadeiros embates do bem contra o mal e claro que o bem sempre vence, com inteligencia mais principalmente muita sorte.

harry-potter-e-as-relc3adquias-da-morte-parte-ii-e1304612195407

Durante quase todo o livro Harry, Hermione e Rony estão em uma missão para achar e destruir as horcruxes, Harry já se livrou do diárioe Dumbledore do anel, nesse livro vemos os meninos lutando para destruir o medalhão e logo após a taça e o diadema, mas ainda falta nagine e Harry descobre que ele é a última horcruxe a ser destruída, aquela que o Lord das trevas não tem conhecimento e nem quis fazer.

 

Por isso o garoto se entrega a morte, mas como estar de posse de duas das relíquias da morte, ele acaba tendo uma ajudinha do além, todos os seus amigos e entes queridos lhe acompanham e por fim ele tem a escolha de retornar a vida ou não.

harry-potter63-615x410

Porém a maior surpresa se dar quase nos últimos capítulos, quando Harry explica a Voldemort o por que de sua varinha não ter um bom funcionamento, afinal a varinha é fiel ao seu dono e sua lealdade não é conseguida apenas com a morte de seu  antigo dono, mas pode ser com a derrota deste em uma batalha… isso apesar de lógico ficou um pouco forçado ao meu ver, uma vez que quase todos os bruxos já foram desarmados em algum momento na série e nem por isso eles perderam a lealdade de suas varinhas.Mas para a história ficar redondinha Dumbledore e Draco perderam.

 

No caso de Draco ele nem estava de posse da varinha das varinhas, mas como ele tinha desarmado Dumbledore , o simples fato de ter sido desarmado por Harry o fez perder a lealdade de uma varinha que ele tinha conquistado mas não estava em seu poder.

Harry-Potter-Older-Glasses-epilogue-deathly-hallows

De qualquer forma o livro é muito agradável, a batalha final e interessante. Mas o momento mais importante ao meu ver foram as revelações no tocante ao Snepe, afinal ele sempre foi bom e leal.

 

Apesar de tudo considero o último capitulo desnecessário, acredito que a cena da batalha final e da decisão de Harry de não manter a posse da varinha das varinhas e da pedra da morte seria o final perfeito, sem toda a melação dos casais formados e o embarque de seus filhos no trem, até porque os casais não são nem de longe interessantes não é mesmo?

Bjos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s