Resenha: As Presas- Andrew Fukuda

11

Ficha Técnica: 

Título: As Presas

Subtitulo: Caçada

Autor: Andrew Fukuda

Editora: Intrinseca

Gênero: Literaruta Estrangeira-Romance

ISBN: 978858576412

Edição: 1º

Páginas: 320

Ano: 2014

Sinopse:

Com a morte pairando sobre suas cabeças, Gene e os outros humanos precisam encontrar uma forma de sobreviver na Vastidão, uma área desértica e isolada, por tempo o bastante para escaparem dos predadores sedentos de sangue que os caçam obstinadamente na noite. Conforme a tênue linha entre inimigos e aliados se torna cada vez mais indistinta, uma coisa fica absolutamente clara: se quiser sobreviver, Gene precisará confiar em alguém além dele mesmo.
Andrew Fukuda oferece aos leitores uma sequência de desdobramentos tão tensos e aterrorizantes quanto o primeiro livro da trilogia.
Misto de vampiros com Jogos Vorazes, a trilogia A Caçada tem uma narrativa única, eletrizante e repleta de reviravoltas.

Resenha:

111

Esse é o segundo livro da trilogia A caçada. Ele conseguiu manter o alto nível do primeiro. Nesse volume temos algumas respostas aos questionamentos feitos no primeiro livro. Por exemplo o que aconteceu com a sociedade eper, como os vampiros dominaram o mundo, onde estão os outros epers sobreviventes, como eles conseguiram sobreviver, o que aconteceu com Julia Brasa.

A cada página eu me deparei com uma nova surpresa, com uma nova dificuldade apresentada a sobrevivência de Gene e dos outros 5 Epers, foi interessante ver como era rápida a adaptação dos vampiros, como esses se mostraram extremamente engenhosos.

Como falei na resenha passada o foco dessa trilogia é totalmente fora do convencional no que se refere a história de vampiros, nesses livros eles dominam a terra e são os humanos que tem que se esconder.

Gene como todo integrante de uma minoria tem que analisar e se conscientizar do seu valor, que a sua diferença dos demais é que lhe faz tão especial e bonito, que engrandece a sociedade em que está inserido. Ele em muitos momentos se ver pensando em desistir, em se entregar a morte ou em aceitar a mudança e se tornar apenas mais um em meio a multidão. Mas esse pensamento logo é substituído por algo maior, por uma causa.

Nesse volume Gene continua sendo o narrador personagem, dando sequência a série de eventos iniciados no primeiro volume.

Gene, Epap, David, Sissy, Ben e Jacob estão descendo o rio, seguindo as especificações do cientista em seu mapa e em uma tabua que deixou presa ao barco. Sigam o rio e mantenham o Gene vivo, são as instruções.

Os garotos conseguem chegar a uma comunidade eper, conhecida como A Missão, onde um grupo de 12 anciões a governam com base em uma série de regras ditatoriais. O mais interessante é perceber que na missão só existem esses 12 homens adultos, alguns meninos, todos muito jovens, e um número gigantesco de garotas, muitas delas gravidas, mas nenhuma mulher adulta, apenas adolescentes.

Gene cai doente, Sissy é separada dos demais, os meninos estão encantados com a fartura de provisões e de mulheres.

Sissy se incomoda com algo que ela não sabe explicar, os pés das garotas são muito pequenos, dificultando que elas caminhem, de onde vem toda essa comida, onde estão os homens, por quê as mulheres são tão submissas, além de terem os braços marcados ou com carinhas sorridentes ou com queimaduras.

Muitas mentiras são contadas, a visão do leitor muda pelo menos três vezes durante o livro, não dar para ter certeza de nada, a única certeza é que algo não se encaixa. Grandes revelações são feitas no último capítulo e mais uma vez eu fiquei com aquela sensação de quero mais, de porque já acabou. Infelizmente ainda não tenho o terceiro livro, então vai demorar um pouquinho para descobrir o final dessa história.

O terceiro volume The Trap, estava programado para ser lançado no Brasil e janeiro, infelizmente isso ainda não ocorreu. O jeito é aguardar.

Bjos!

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s