Resenha: O Senhor dos Anéis- J. R. R. Tolkien

1

Ficha Técnica: 

Título: O Senhor dos Anéis- Vol. Único

Autor: Tolkien, J. R. R.

Editora: Martins Editora

Gênero: Literatura Estrangeira-Ficção Cientifica

ISBN: 8533613407

Edição: 1º

Páginas: 1212

Ano: 2001

Sinopse:

11

 

Este livro reúne em um único volume a trilogia O Senhor dos Anéis, que já vendeu milhões de cópias em todo o mundo e continua encantando pessoas de todas as idades. A Sociedade do Anel, As duas torres, O retorno do rei, respectivamente primeiro, segundo e terceiro volume em dose única para os aficionados por Tolkien, ou simplesmente para os que mergulham pela primeira vez num emaranhado de acontecimentos improváveis, mas absolutamente convincente em seus detalhes.

Resenha:

111

Clássico da literatura fantástica, foi escrito por J. R.R. Tolkien entre 1937 e 1949.

Esse livro é a sequência de “O Hobbit “, e em muitas passagens temos relatos feitos pelos personagens a respeito das batalhas e descobertas feitas neste livro.

O autor tinha o intento de publicar o livro em apenas um volume, o que não aconteceu, ele foi publicado em três volumes, cada um sendo dividido em duas partes.

O primeiro livro é A Sociedade do Anel, que trás a história que vai desde prólogo, uma festa muito esperada até o momento em que a sociedade do anel é rompida.

 

Nesse primeiro livro temos muitos fatos que não foram abordados nos filmes ( que tem os mesmos nomes dos livros), sendo o mais importante a presença de Tom Bombadil ( protetor da floresta, ser antigo e sábio, único que não foi tentado pelo anel) e sua esposa Frutadouro ( filha das águas/ rio). Tom Bombadil é tão importante que Tolkien lhe reservou um livro próprio, contando todas as suas aventuras.

2

Neste livro também somos apresentados aos personagens principais da trama. Sendo o principal o anel, em torno do qual a história se desenrola, anel que a quase todos tenta e que poucos tem a força de resisti. Cabe ao pequeno Frodo Bolseiro a missão de carrega-lo, não sucumbir a força dele e por fim destruí-lo.

4

“Um Anel para todos governar, Um Anel para encontrá-los, Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los”

Já o segundo livro é As Duas Torres, que vai da partida de Boromir até as escolhas do mestre

Aqui temos a maior parte das batalhas, assim como as maiores provas de lealdade, de compromisso com a missão e de desprendimento pessoal. Todos os personagens são incansavelmente testados, tendo que a todo momento provar o seu valor e a pureza de seu coração.

Nesse livro temos o retorno de  Gandalf o Branco, ele é muito importante no desenrolar de todas as batalhas a seguir, além de se tornar uma especie de concelheiro de Passo Largo.

Saruman por outro lado antagoniza com Gandalf, mas acaba não se tornando páreo para o mago e seus aliados.

22

O que mais gostei nesse livro foi a inserção dos Ents, árvores milenares, guardiãs da floresta e de tudo que faz parte da natureza. O sofrimento desses seres pelo desaparecimento de sua Ents esposa e a falta de perspectiva de formarem uma família e se propagarem acaba sendo algo triste.

Gollum acaba sendo quase aceito pelo leitor nesse volume, mas logo ele mostra seu lado mais sombrio traindo Sam e Frodo. O anel sempre vai domina-lo, afinal ele o possuiu por mais tempo que os demais, sofrendo assim sua influência maligna de forma irremediável.

O terceiro livro é O Retorno do Rei, que começa com Minas Tirith até os portos cinzentos, mas esse livro traz alguns apêndices com informações adicionais dos históricos das guerras e da linhagem de cada povo.

3

Aqui temos o desenrolar de todas as batalhas, apesar do relativo sucesso elas por si só não poderiam garantir a vitória final que ficou a cargo de Frodo, ele teria que destruir o anel, essa missão tornou-se quase impossível se não fosse pela intervenção de Sam e pelo ato final de Gollum.

No final acabei ficando com a impressão que os dois heróis verdadeiros foram Passo Largo e Sam, eles sempre foram leais, sempre se sacrificaram pelos outros e nunca se eximiram de cumprir o seu dever.

333

Infelizmente não houve no filme a inserção da batalha dos Hobbits no condado, quando acabaram por livrar o seu povo da influencia nefasta de Saruman e de Língua de Cobra.

Essa definitivamente é uma obra maravilhosa, a escrita de Tolkien é inigualável.

Bjos!

2 comentários em “Resenha: O Senhor dos Anéis- J. R. R. Tolkien

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s