Resenha- O Corcunda de Notre Dame- Victor Hugo

 

dfgh

Ficha Técnica: 

Título: O Corcunda de Notre Dame

Autor: Victor Hugo

Editora: Jorge Zahar

Gênero: Literaruta Estrangeira-Literatura

ISBN: 9788537810880

Edição: 1º

Páginas: 496

Ano: 2013

Sinopse:

Na Paris do século XV, a cigana Esmeralda dança em frente à catedral de Notre Dame. Ao redor da jovem e da igreja, dançam outros personagens inesquecíveis – como o cruel arquidiácono Claude Frollo, o capitão Phoebus, a velha reclusa Gudule e, claro, o disforme Quasímodo, o corcunda que cuida dos sinos da catedral. Com uma trama arrebatadora, que tem a cidade de Paris como bem mais do que um mero pano de fundo, Victor Hugo criou um dos grandes clássicos do romantismo francês, de leitura irresistível.
Essa edição comentada e ilustrada inclui tradução, apresentação e notas de Jorge Bastos Cruz e mais de 50 ilustrações originais.

Resenha:

O Corcunda de Notre Dame, é um romance escrito por Victor Hugo em 1831. Focado na ideia de um homem da igreja, que se apaixona por uma cigana ( Esmeralda). Esse arquidiácono (Claude Frollo) sucumbe a seu impulso carnal, não sendo correspondido, ele passa a perseguir a mocinha, chegando a fazer manobras que a levam a ser presa, julgada e condenada.

O livro teve inicialmente outro nome ( Notre Dame de Paris), sua função era conscientizar a população a respeito da catedral que estava sofrendo ameaças de demolição.

Para minha surpresa Quasímodo, quase não aparece na trama, embora suas aparições mudem o enredo por completo. Isso se deve ao fato de que os personagens que imortalizaram a trama, não eram de fato o enfoque do autor.

jlhll.jpg

Há uma grande distinção entre o livro e suas adaptações para o cinema e TV. Essas foram mais atenuadas em sua representação. Enquanto no desenho da disney a jovem esmeralda, era uma mulher cativante, alegre, que vibrava pelo simples fato de existir, no livro ela é um ser comum, sem muitos atrativos para o leitor. Até mesmo Febo, que no desenho e o mocinho desejado, o guerreiro destemido, no livro não passa de um paspalho, com um ego enorme, em uma armadura. É decepcionante ver a vulgaridade da postura de Febo no livro, uma vez que ele está mais preocupado em dizer que salvou uma cigana de vários bandidos ( aumenta consideravelmente o número), ao invés de realmente a salvar e proteger, chegando até mesmo a se manter a margem do destino de Esmeralda.

A catedral é a personagem principal dessa trama, o autor a destaca de todas as formas possíveis, falando de sua beleza, valor histórico, de seus sinos, suas gárgulas. Tudo o possível para fazer com que o leitor volte seus olhos para ela.

Quasímodo, foi representado no cinema por Lon Chaney, em sua primeira versão para o cinema (filme mudo), em 1923.

O ator Charles Laughton por sua vez representou Quasímodo em 1939, ele estava no auge de sua carreira e representou o papel tão bem que foi aclamado pelo público. O filme teve duas indicações ao Oscar. dtd.jpg

Quasímodo se apaixona desesperadamente por Esmeralda, quando essa é a única que demonstra por ele compaixão, quando esse se encontra sendo torturado na roda do açoite. Passa então a proteger ela de todos, inclusive de Claude, que ao se ver rejeitado a entrega a justiça, que a acusa de bruxaria, por conta de sua cabra, que sabe fazer alguns truques que lhe foram ensinados.

No livro o fim dos personagens é totalmente diferente de tudo o que nos foi apresentados, nas versões atenuadas para o público infanto-juvenil. Fiquei chocada com o destino de Esmeralda, e como Quasímodo reagiu a ele. Esse foi o momento crucial da leitura, aquele que fiquei tão emocionalmente abalada que tive que parar a mesma por alguns minutos, para poder assimilar a intensidade do que estava sendo passado.

O amor de Quasímodo, foi representado na sua forma mais pura, com uma intensidade, que só vi até hoje transcrito em livros que falavam da reação das mães quando se viam privadas do convívio  com seus filhos.

Fiquei emocionada e completamente apaixonada por essa história, que antes quase não me encantava. Recomendo a todos a leitura desse livro incrível, espero que ele os emocione, como me emocionou.

Bjos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s