Filme: Criação

Criação

1

Ficha Técnica

  • Titulo Original: Creation
  • Lançamento: 2009
  • Duração: 108 min
  • Gênero: Drama
  • Dirigido por: Jon Amiel
  • Elenco: Benedict Cumberbatch, Harrison Sansostri, Jennifer Connelly, Jeremy Northam, JimCarter, Paul Bettany, Teresa Churcher, Toby Jones, Zak Davies

Sinopse:12

Charles Darwin (Paul Bettany) tem em torno de 40 anos e leva uma vida pacata em uma vila inglesa. Darwin é devotado à sua família, mas ao mesmo tempo é bastante distante deles. A causa principal é o vazio existente com sua esposa Emma (Jennifer Connelly). Darwin apenas se sente bem quando escapa para seu escritório, onde discute o dia com sua filha Annie (Martha West), de apenas 10 anos. Só que há um problema: Annie está morta, há muitos anos. Darwin conversa, ou acredita conversar, com seu fantasma. É o jeito que ele encontra para amenizar a dor que sente e o conflito que possui, ao perceber que a existência de Deus não se encaixa no mundo real.

O filme conta a história do naturalista inglês Charles Darwin (Paul Bettanny), criador da teoria da evolução das espécies. Mostra o drama do renomado cientista e dedicado pai de família, dividido entre a religiosidade da esposa Emma (Jennifer Connelly) e a própria crença, em um mundo no qual não há lugar para Deus.

Resenha:

11

O filme é parte biográfico e parte ficcional. Tem um enredo envolvente, nem um pouco monótono.

No filme podemos acompanhar todo o drama pessoal vivido por Darwin, antes da publicação de seu livro A Origem das Espécies. Sendo que o enfoque maior é dado a perda de sua filha mais velha Anni, com quem tinha uma relação muito próxima. Sendo ela a que mais se aproximava dele na maneira de pensar é agir.

Anni era uma garota curiosa, questionadora, voltada mais para a ciência do que para a religião, sempre estava junto a seu pai, é lhe fazia questionamentos que o impulsionava em suas pesquisas. Darwin era completamente apaixonado e encantado por essa filha, que morreu prematuramente, acometida de um forte resfriado.

Enquanto terminava de escrever o seu livro, Darwin vivenciava a presença de Anni, lhe auxiliando e de certa forma se revoltando com sua ressalva em publicar o livro logo.

111

Darwin está num período de transição, em que se viu abandonando os preceitos religiosos e seguindo exclusivamente os da ciência. Quanto mais pesquisava, quanto mais pensava, via que o que lhe era ensinado não fazia sentido, não o satisfazia por completo. Ele se irritava com a limitada visão dos homens de fé, que tudo aceitavam sem questionar, mesmo os fatos já comprovados.

Após ter presenciado o sofrimento de sua filha, que foi punida pelo pastor, pelo simples fato de afirmar que os dinossauros existiam. Darwin rompeu de vez com a igreja. Ele era um pai amoroso, que jamais permitiria que sua filha fosse posta de joelhos sobre sal-gema.

Ele resultou muito em publicar seu livro, uma vez que sua esposa era extremamente religiosa e sempre estava a dizer-lhe que se o fizesse correriam eles o risco de ficarem separados no pós vida, já que ele não teria salvação.

Seus amigos cientistas em nada ajudavam, pois eles falavam que com a publicação do livro Darwin estaria matando definitivamente Deus, e que isso teria que ser feito logo. Ele acabou não aguentando a pressão é caiu doente.

Após um colapso nervoso, teve uma visão com Anni, que lhe induziu a enfrentar os seus medos e conversar com sua esposa, que também era sua prima em 1º grau, falou de sua culpa por ter levado a filha para longe de casa (tratamento) onde veio a morrer, do fato que achava que a proximidade genética dos dois contribuiu para a constituição fraca da garota…

Sua esposa falou também o que sentia, os dois se perdoaram, ele terminou seu livro e deu para que ela o lê-se e decidi-se pela publicação ou pela destruição do mesmo. A esposa então tornou-se sua cúmplice e o livro foi publicado e aclamado por todos.

22

Darwin foi enterrado com honras da igreja, tendo portanto seus temores descartados.

O filme é excelente, as informações são intensas, embora passadas de uma forma muito leve. Mal posso esperar para ler a biografia de Darwin.

Bjos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s