Hellraiser – Clive Barker

 

Ficha técnica

Título: Hellraiser – Renascido do inferno

Autor: Clive Barker

Tradutor: Alexandre Callari

Páginas: 150

Editora: Darkside Books 

Ano: 2015

 

 

A Darkside continua me enlouquecendo e me deixando pobre com essas edições maravilhosas. A nova roupagem de Hellraiser traz uma capa dura, acabamento em couro com detalhes que lembram a caixa de Lemarchand, várias ilustrações do filme e alguns desenhos que remetem ao mundo dos Cenobitas. Simplesmente lindo e apaixonante, como tudo que a Darkside faz. Assim como A menina submersa (que já resenhamos aqui) este livro também não traz o título na capa, embora ele seja exibido na lateral do livro.

Hellraiser – Renascido do Inferno é um conto infernal de amor. Sua história é tão sangrenta que as mãos do leitor ficam vermelhas pelo sangue que verte das páginas. Sua primeira publicação ocorreu em uma coletânea de horror chamada Night Visions, cujo papel principal era apresentar aos leitores novos talentos e promessas do gênero. A  terceira edição foi editada por ninguém menos que George R. R. Martin ou seja, tem muito sangue nessa história.

Resultado de imagem para hellraiser resenha livro

A história escrita por Clive Barker, é a seguinte: Frank é um jovem sempre em busca de aventuras, cansado da vida que tem levado e quer buscar um prazer maior do que ele tem conseguido. Um dia, ele compra um quebra-cabeça, a caixa de Lemarchand ou Configuração da Lamentação, que oferece a promessa de infinitas maravilhas para aquele que o resolver. É uma espécie de chave para uma outra dimensão, lar dos Cenobitas, criaturas que conhecem formas inimagináveis de prazer.

A caixa de Lemarchand

Quando Frank  finalmente consegue solucionar o enigma da caixa, descobre que ele conseguiu muito mais do que queria e gostaria. Quatro Cenobitas ficam diante dele e sua visão não é nada daquilo que esperava, bem como o conceito de prazer dos estranhos seres deformados à sua frente.

Ao ser questionado pelos Cenobitas sobre o que ele quer, Frank responde “prazer”, e assim eles o levam para o mundo de trevas em que vivem e dão a Frank o que ele pede, porém na percepção deles. Frank é submetido a experiências sensoriais que o levam à beira da loucura, e depois tem o seu corpo mutilado em um ritual que mistura sadomasoquismo e tortura, e que durará por toda a eternidade.

Detalhes da edição Darkside

Depois disso, a história passa a narrar um casal, Julia e Rory, irmão de Frank,  que está de mudança para a casa em  que Frank invocou os Cenobitas. Ao longo da história descobrimos que o casamento de Julia e Rory está desgastado, que já não se amam mais, Julia apenas o suporta e Rory só ama a beleza da esposa.

Desde o primeiro momento, Julia sente uma presença estranha na casa, no quarto úmido, o lugar onde Frank se perdeu. Após um acidente onde Rory corta a mão e sangra no quarto, Julia passa a ouvir a voz de Frank dizendo que precisa de mais sangue para voltar à vida. E se é de sangue que ele precisa para voltar a viver na terra, Julia vai se empenhar ao máximo para conseguir.

Resultado de imagem para hellraiser resenha livro

A história é contada em terceira pessoa, em alguns capítulos muda da visão de Julia para a de Frank e assim sucessivamente.

Em relação ao filme, livro é pior ou melhor, dependendo do seu ponto de vista. Podem esperar uma leitura traumatizante que vai  arrancá-los da zona de conforto e os levar para uma das visões mais assustadoras do inferno.

Ler Clive Barker é como ter o cérebro passado em um liquidificador, despedaçado pelas mandíbulas de um Cérbero e digerido lentamente no ácido de seu estomago. É sentir as unhas compridas e afiadas que arranham os quadros à noite, esfolando lentamente sua carne enquanto o autor sussurra horrores indizíveis em seu ouvido. (Agora peguei pesado!)

Espero que possa sentir essa sensação logo. Isso é Horror!

Até a próxima.

 

 

2 comentários em “Hellraiser – Clive Barker

Deixe uma resposta para Ryasmim Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s