Resenha- Filme ” Doce Vingança”

 

DOCE VINGANÇA

1

Ficha Técnica:

  • Título Original: I Spit on Your Grave
  • Gênero: Terror
  • Duração: 108 Minutos
  • Ano de Lançamento: 2011

Sinopse:1111

Jennifer Hills (Sarah Butler) é uma escritora que sai da cidade e vai para uma encantadora cabana na floresta para começar a escrever um novo livro. Mas a presença de Jennifer na pequena cidade chama a atenção de quatro homens, que a estupram, violentam e a espancam, mas antes que eles possam matá-la, Jennifer se joga em um rio e some. Depois de alguns dias procurando por Jennifer, os quatro homens desistem da busca acreditando que ela tenha morrido e sido levada pelo rio. Mas ela retorna e começa sua vingança.

Resenha:

Esse filme é uma refilmagem de “Day of the Woman” de 1978, filme que foi lançado no Brasil com o título de “A Vingança de Jennifer”.

Ele é uma mistura de terror com suspense, tem uma pegada psicológica muito interessante.

111

A trama gira em torno da escritora Jennifer Hills, que resolve se recolher a um simpático chalé, no meio da floresta, longe de todo e qualquer contato humano. A escritora busca paz e inspiração para escrever seu novo livro.

O problema é, que desde o primeiro momento fica claro que todos os homens com que ela cruza são extremamente estranhos, sempre com provocações de dublo sentido e apelos sexuais. Mas isso não intimida a protagonista, tão pouco a  faz desistir da ideia, de ficar em um local tão isolado.

Durante sua estadia, vários acontecimentos estranhos se desencadeiam, deixando uma sensação estranha, de que algo de ruim vai acontecer, mas ela prefere ignora-los. Esse foi seu grande erro.

Jennifer Hills, desperta o desejo de quatro homens que trabalham em um posto de gasolina, ao mesmo tempo que provoca neles um despertar de sua inferioridade, mesmo que de forma inconsciente. Isso é suficiente para desencadear os trágicos acontecimentos que se seguem.

Os quatro homens montam um plano, é o seguem a risca. Jennifer Hills era desde o inicio uma presa muito fácil. Ela foi então intimidada, torturada ( física é psicologicamente), estuprada repetidas vezes. O mas chocante é a tentativa de despersonalização da personagem, por seus captores, eles passam a trata-la como um animal, uma coisa a ser usada e descartada. Isso fica claro quando um dos estupradores diz para ela mostrar os dentes, afinal de contas ela é uma égua tão bonita.

12

Tem um ponto que você chega a imaginar que ela conseguiu fugir, mas logo é surpreendido. O personagem mais improvável entra em cena, e o tormento de Jennifer Hills, toma proporções alarmantes. Fica impossível visualizar um fim em que a personagem saia mesmo que parcialmente ilesa.

Para quem já assistiu o filme, acredito que a cena da ponte seja a mais chocante. Fica claro nessa cena, como uma mulher violentada fica física e emocionalmente devastada. A dor dela se torna em certo ponto palpável, é essa noção de realidade, de que aquilo acontece com milhões de mulheres pelo mundo, se torna insuportável.

Jennifer Hills, abalada de todas as formas, parece rende-se a seu destino, abre seus braços em sinal de rendição e se atira da ponte, em um rio cheio de crocodilos. Esse parece ser o fim da história certo? errado, esse é apenas o inicio.

11

A personagem faz então o que a maioria das pessoas que se imagina-sem em tal situação, sonhariam em fazer. Ela se vinga, aplicando em seus captores o mesmo grau de sadismo que esses tiveram com ela.

O filme tem uma sequência de cenas muito fortes, mas fica meio no ar o como ela conseguiu arrastar e prender homens com o dobro de seu peso. É como ela planejou cada passo,como conseguiu cada item que foi usado em sua vingança, tudo isso fica muito no ar.

O filme recebeu muitas criticas quando foi lançado ,em decorrência do grau de brutalidade apresentado, a violência em muitas cenas e jogada de uma forma crua. Também teve aqueles que  disseram que se uma mulher é violentada e ela decide matar seus estupradores, ela é tão culpada quanto eles, afinal puniu um crime com o cometimento de outro.

 

Mas também teve vários críticos que manifestaram apoio ao filme, afinal aquela vingança mostrou-se como o desejo inconsciente que uma pessoa que foi torturada e violentada, passa a nutrir por seus violentadores. Eles focaram na necessidade clara de ajuda profissional para superar tão trauma, é como a tentativa de se refazer psicologicamente pode levar anos, diante da total destruição dos valores inconscientes do que se considera certo e errado, do que é permitido e o que é negado a cada ser humano.

11111

No geral o filme é muito bom, nos faz rever vários conceitos que temos. Eu pessoalmente passei muito tempo numa ressaca pós filme, absorvendo todas aquelas informações e imagens.

Não faz muito tempo, foi lançado a sequência deste filme, sendo que o volume 3 saiu esse mês. Em outra oportunidade virei falar a vocês o que achei dos outros dois filmes.

Bjos.

Um comentário em “Resenha- Filme ” Doce Vingança”

  1. Interessante pois o sadismo de quatro covardes é estancado não pelos apelos iniciais de uma pessoa de boa índole mas por aquilo que eles não conseguiram ouvir ou ver como bons seres humanos que deveriam ser. Torci o tempo todo, incontestávelmente, por ela. Apoiada!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s