Resenha- O Silêncio das Montanhas- Khaled Hosseini

download

Ficha Técnica: 

Título: O silêncio das Montanhas

Autor: Khaled Hosseini

Editora: Globo

Gênero: Literatura Estrangeira-Romances

ISBN: 9788580577686

Edição: 1º

Páginas: 352

Ano: 2013

Sinopse:

Khaled Hosseini, best-seller com mais 38 milhões de cópias vendidas, escreveu um novo romance sobre como nos amamos, como cuidamos um do outro, e como as escolhas que fazemos ressoam através de gerações.

Neste relato que envolve não apenas pais e filhos, mas também irmãos e irmãs, primos e primas, Hosseini explora as diversas formas como as famílias educam filhos, magoam, traem, se respeitam e se sacrificam um pelos outros; e com que frequência somos surpreendidos pelas ações dos que estão mais próximos de nós no momento que mais precisamos.

Na sequência de seus personagens e as ramificações de suas vidas, escolhas e amores ao redor do mundo – de Cabul a Paris, de São Francisco à ilha grega de Tinos – a história se expande gradualmente, tornando-se mais emocionalmente complexa e poderosa a cada página.

Resenha:

Assim como os demais livros de Khaled Hosseini, O Silêncio das Montanhas é de uma profundidade inigualável, a qualidade da escrita, o enredo, a sensibilidade ao descrever cada personagem, a forma como cada história toca a nossa alma, da maneira mais pura e intensa possível.

Eu sou completamente apaixonada pelos livros desse autor, já li todos, e me emocionei em cada um deles. Como não poderia deixar de ser, eu chorei horrores durante a leitura deste, tive que fazer varias pausas para absorver o que estava sendo passado. de seu irmão

32

Khaled Hosseini, tem a capacidade de fazer com que o leitor imagine que a narrativa de cada livro é real, que tudo aquilo esta acontecendo, naquele exato momento, pode até ser que não exista uma Pari que foi separada de seu irmão Abdullah na infância. Mas definitivamente é possível adequar essa história a diversas pessoas em todo o mundo. E isso que toda a leitura tão emocionante, é esse realismo exacerbado.

Cada um dos personagens interagem de forma direta ou indireta com os irmão Pari e Abdullah, formando uma espécie de rede de relacionamentos, onde há uma influencia direta na vida desses.

Existe alguns pontos em que á um aprofundamento na analise da sensibilidade humana, e na forma em que determinados acontecimentos acabam por moldar a personalidade das pessoas envolvidas, mesmo que estas não tenham conhecimento do fato ocorrido.

É importante salientar que um dos pontos fortes deste livro, é que ele destrincha e desmascara a ideia que algumas pessoas tem, de que para serem completas e necessário se utilizar de outros seres humanos, como se esses fossem  espécies de retalhos, que podem ser usados e quando não servem descartados, coisificados assim a pessoa como algo sem valor ou sentimento.

os capítulos são contados por diversos personagens, que transitam entre o passado e o presente, sendo que cada trecho  dá enfase à uma  nova situação, seja a necessidade extrema que faz com que um pai venda sua filha, para que assim possa manter a vida dos demais membros de sua família ( nunca vindo a se perdoar por isso); seja a maldade disfarçada de inveja que faz com que uma irmã fira a outra, e posteriormente venha à abandona-la à morte; seja à forma devastadora como à guerra destrói um povo, uma nação, mas principalmente o senso de valor e respeito de uma pessoa pelas demais.

Por esses e outros motivos, não posso deixar de recomendar essa leitura, que só veio a me enriquecer. Espero sinceramente que todos gostem de viajar pelas páginas desse livro, tanto quanto eu gostei.

Biografia:

Com quase 10 milhões de cópias vendidas, Khaled Hosseini é um dos romancistas mais lidos de todo o mundo. Nasceu em Cabul, filho de uma professora e um diplomata e, por isso, mudou-se muitas vezes para outros países. Até que, em 1980, quando a família preparava-se para retornar à vida na capital do Afeganistão, o país sofreu um golpe de Estado e Khaled foi obrigado ao exílio nos EUA, onde vive até hoje.

Autor dos best-sellers O caçador de pipas, e A cidade do Sol, Khaled tem seus livros editados em mais de 70 países. Foi nomeado Representante Voluntário do Alto Comissariado de Refugiados das Nações Unidas (UNHCR), a Agência de Refugiados da ONU, em 2006. Inspirado por uma viagem que fez ao Afeganistão com o órgão, criou a Fundação Khaled Hosseini, uma instituição sem fins lucrativos que oferece assistência humanitária aos afegãos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s