Resenha- Tão Mais Bonita – Cara Hoffman

1.jpg

Ficha Técnica:

Título: Tão Mais Bonita

Autor: Cara Hoffman

Gênero: Literatura Estrangeira-Suspense

ISBN: 9788580572087

Edição: 1

Páginas: 281

Ano: 2012

Editora: Intrínseca

Lido em : julho 2015

 

Sinopse:

Haeden é uma pequena cidade no norte do estado de Nova York que tem como principal empregadora uma fábrica de laticínios. Seus habitantes são pessoas que fincaram raízes por lá e nunca mais foram embora – pessoas que não gostam muito de forasteiros. É o caso da família Piper, que fugiu da confusão da cidade grande com sua precoce e encantadora filha, Alice, procurando um novo começo, e de Wendy White, uma mulher doce e caseira, que desapareceu misteriosamente.
Recém-chegada a Haeden, a repórter Stacy Flynn decide reconstituir a vida de Wendy, que fora assassinada, organizando todos os fragmentos que encontra na tentativa de solucionar o caso. Ela escreve um apaixonado artigo para o jornal local, que desperta em Alice o desejo de também investigar o crime. Enquanto Alice e Flynn, separadamente, observam as pessoas ao redor em busca do assassino, o destino de Alice é entrelaçado para sempre ao de Wendy, quando um segundo crime abala as estruturas da cidade.

Resenha:

inicialmente o livro mostrou-se descritivo demais, monótono, a leitura era cansativa, o titulo nada tinha a ver com a história, quase desisti dele. Mas ao resolver continuar, tive uma feliz surpresa.

Um pouco antes da metade do livro, à história fica realmente interessante. Wendy, uma ex nadadora some, sem deixar nenhuma pista de seu paradeiro. A cidade inteira se mobiliza na tentativa de encontra-la, mas a policia local se mostra no minimo ineficaz, para não dizer totalmente incompetente, em seu trabalho.

” O principal erro que as pessoas cometem é a aceitação ou a felicidade em ser dominado ou dominar” Pág.. 165

Em determinado momento o corpo da garota e descartado, como algo insignificante/ sem valor. Um pouco antes desse ponto surgem diversos diálogos de cunho reflexivo à respeito de : moral/ ética, custo/ beneficio, violência contra a mulher, dados diversos sobre estupros, atentados à arma, o papel do jornalista em relação a verdade dos fatos e até onde se deve envolver com a noticia, e como o emocional faz com que as pessoas comuns fechem os olhos para o que lhe desagrada ou agride…

Houve então um crescimento significativo no nível de informações fornecidas, mas de uma forma tão emocionante e envolvente que me vi incapaz de fechar o livro até que o mesmo fosse concluído.

Alice em determinado momento descobre quem foram os sequestradores/ estupradores de Wendy, ou pelo menos ela acredita que descobriu, isso não ficou bem claro, houve também o fato de que ninguém alem dela chegou a essa conclusão, o que aconteceu com Wendy ficou apenas subentendido, uma vez que seu corpo foi encontrado com diversas marcas e sinais de agressão.

O livro ficou de certa forma incompleto, o que me faz acreditar que vai haver uma continuação, para fechar alguns pontos, como: o que aconteceu com Alice e seus pais, o que realmente aconteceu com Wendy, as autoridades eram ineficazes ou estava envolvida com o crime, quem eram os estupradores e o motivo que os levaram a cometer o crime ( ficou claro que eram vários, chega-se a sugerir que fosse onze).

No geral o livro vale à leitura. Só os diálogos de Alice são capazes de levar o leitor a uma reflexão significativa do modelo social/ politico atual.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s