Resenha- O diário de Mr. Darcy- Amanda Grange

 

11

Ficha Técnica:   

Título: O diário de Mr. Darcy

Título Original: Mr. Darcy’s Diary

Autor: Amanda Grange

Editora: Pedrazul / Sourcebooks

Série: Jane Austen Heroes

Páginas: 320

Pré Venda: 10/06 a 10/09/2015

Ano: 2015

Assunto; Romance

 

Sinopse:

 O único lugar em que Mr. Darcy poderia compartilhar seus sentimentos mais íntimos eram as páginas do seu diário. Dividido entre o senso de dever com o nome de sua aristocrática família e a paixão crescente pela plebeia Elizabeth Bennet, tudo o que esse jovem nobre podia fazer era lutar contra tal sentimento. Neto de conde por parte de mãe, Mr. Darcy possuía grande quantidade de terra, enorme receita com os inquilinos e uma grande riqueza herdada.  O tamanho de sua propriedade e o seustatus social lhe davam, inclusive, o direito de nomear o vigário da paróquia e faziam dele uma pessoa muito influente sobre todos e sobre tudo no condado de Derbyshire, na Inglaterra do início do século XIX.
Disputado pelas damas da sociedade londrina por sua nobreza, Darcy vive sua experiência sentimental singular a partir do encontro com Elizabeth em Meryton, pequena vila do condado de Hertfordshire, no interior do país. Embora naturalmente rígido e teimoso, Darcy demonstra que, no íntimo, também é um homem dedicado e carinhoso.
O Diário De Mr. Darcy apresenta a história do improvável namoro de Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy do ponto de vista dele. Esta graciosa continuação de Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, enfoca os conflitos de Darcy e as dificuldades do seu relutante relacionamento, da rejeição inicial à luta desesperada para conquistar o coração de Elizabeth.
A continuação de um dos romances clássicos mais famosos do mundo é charmosa, elegante e traz a alma do macho alfa inglês mais adorado até hoje.
Orgulho e Preconceito tem inspirado um grande número de sequências nos dias de hoje, mas O Diário de Mr. Darcy é a mais bem-sucedida das que incidem sobre o rico e orgulhoso cavalheiro.
Tradução: Andrea Carvalho.

Resenha:

Fiquei sabendo do livro a pouco tempo e logo tive interesse em adquirir um exemplar. Apesar de inicialmente está com certo receio de lê-lo, uma vez que  não teria como ser escrito pela brilhante Jane Austen e me pareceu no minimo irreal o fato de que Fitzwilliam Darcy se dedicaria a escrever um diário, mas no final o livro se mostrou excelente.

121

 

Me vi até achando justificativas para o diário, afinal naquela época era costume os homens de posição social elevada manterem registro de sua história, para que a sua família tivesse posterior acesso. É Mr. Darcy já se mostrava assíduo escritor, uma vez que em vários trecho de Orgulho e Preconceito, ele se dedicava a escrita de cartas. Acredito que a historia do livro se tornaria mas real aos fãs, se fosse feita em forma de coletâneas de cartas, desse a seus conhecidos e irmã.  Mas se até Machado de Assis, escreveu livros em forma de diário, por que não?

O livro faz parte de um projeto que tem como meta escrever uma série de 6 livros sobre o titulo de ” Jane Austen Heroes”, o Diário de Mr. Darcy foi o primeiro a ser lançado ( lançamento no Brasil previsto para agosto de 2015), mas também seremos contemplados com as histórias do capitão Wentworth ( herói de Persuação ), Mr. Knightley, Edmund Bertram, Henry Tilney e o Coronel Brandon. Todos escritos na forma de diário, contanto a versão do herói em relação a história em que estava inserido.

1111

Amanda Grange conseguiu ser coerente em relação à obra original, apesar ter um toque pessoal bem sutil nessa versão, a leitura e agradável e flui de forma simples.

O livro se inicia com Darcy escrevendo o triste e desagradável episodio entre Georgiana sua irmã e o desprezível George Wickham. Passando então para sua viajem com os Bingleys e seu encontro com Elizabeth. É interessante acompanhar a forma como o sentimentos de Darcy se alteram com o passar dos meses, é suas impressões apos cada encontro com Lizzie.

111

Alguns personagens se tornaram ainda mais entojados, caso de Caroline Bingley, Lydia Bennet, Sra. Bennet e Lady Catherine de Bourgh, sendo o final dessa última surpreendente.Outro final que chamou a atenção foi o de Anne de Bourgh, personagem de pouca importância no livro original.

Apesar disso o final do Sr. e Sra. Darcy, foi um pouco monótono, e Elizabeth perdeu a sua força de espirito combativo no que tange a irma Lydia, o que acabou me causando uma sensação de desconforto.

2 comentários em “Resenha- O diário de Mr. Darcy- Amanda Grange

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s